revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #50 - Julho 2017

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Coaching e Mentoring: o que podemos aprender com as universidades internacionais?

Coaching e mentoring são nomes modernos para práticas de ensino e aprendizagem antigas. Não precisamos chover no molhado para explicar suas origens, mas não podemos deixar de lembrar que a profissão que mais se aproxima desses métodos é a de professor/educador. Talvez o professor moderno, pelas circunstâncias do próprio contexto e da necessidade de uniformização do processo de ensino e aprendizagem em alguns contextos, tenha se afastado desses modelos ao priorizar mais conteúdo e teoria em detrimento da singularidade de um relacionamento mais humano e de proximidade com o aprendiz. Tratar de coaching e mentoring na universidade é voltar a um lugar que nunca deveríamos ter deixado, resgatando uma formação mais humana em equilíbrio com conteúdo e práticas que beneficiam e amplificam ambos – aprendiz e educador.

Neste artigo, pretendo mostrar alguns exemplos de Coaching e Mentoring aplicado em cursos de pós-graduação em universidades internacionais. Esclareço ao leitor que não fiz qualquer contato com as Instituições citadas, baseando este artigo em informações coletadas nos portais das próprias instituições e outras fontes. Não me surpreendeu saber que, principalmente o Mentoring, desfruta de um enorme valor na formação dos alunos e integração de novos colaboradores (pesquisadores ou não) dessas instituições, além de demonstrarem modelos bem consolidadas e amplamente divulgados em seus portais. Nas instituições pesquisadas, o Mentoring tem sido visto como um processo fundamental para a aplicabilidade, transferência e integração do conhecimento acadêmico para a vida profissional do aprendiz.


Exemplos Britânicos

Para a Universidade de Leicester, o “Mentoring é um papel crítico e de responsabilidade assumida por um funcionário experiente que concorda em ajudar, construir um relacionamento e facilitar o crescimento profissional de um ou mais colegas. O mentor...é um "amigo de carreira". Mentoring pode sugerir o patrocínio de um colega júnior por um colega sênior, ou ser visto como uma relação entre iguais em que alguém é ajudado a desenvolver-se por um membro de seu grupo de pares. O relacionamento de Mentoring não é crítico e confidencial, visando dar ao aprendiz a confiança e a capacidade de enfrentar os desafios atuais e futuros no trabalho ou em relação ao trabalho. Não é julgador, pois é distinto do gerenciamento de desempenho ou avaliações anuais, e tem no seu coração o indivíduo em vez dos objetivos da instituição. Não é para desafiar qualquer autoridade e nem é uma relação de autoridade”.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

A mudança de moralidade já aconteceu

Quando escrevi os Movimentos Humanos em 2014, o primeiro deles, A Desestruturação – movimento que aponta a quebra de estruturas que sustentam o status quo consolidado –, foi o mais óbvio a ser notado e explicado. De lá para cá, já andamos fortemente e retrocedemos rapidamente em diversos pontos. Ora ficava feliz ao perceber que estávamos escolhendo um novo status quo que se mostrava... leia mais

13 minutos

Situações complexas em coaching executivo relativas ao coachee

Apresentado no Converge por Ana Pliopas O nome da conferência da ICF, converge, pode ser visto como a convergência entre ciência e prática em coaching. Apresentar o resultado de pesquisa acadêmica no converge amplia o diálogo entre temas que pesquisadores aprofundam em seus estudos e assuntos instigantes com os quais coaches se deparam na prática. Tenho um interesse particular por... leia mais

10 minutos

Contribuições das Constelações ao Coaching Executivo

Acaso você imaginaria um CEO de uma grande empresa, MBA em Harvard, fazendo uma constelação como passo inicial de um processo de coaching?  Isso aconteceu, e nos economizou algumas sessões, ou, se preferir, tornaram o processo de coaching mais cirúrgico. O CEO em questão chega ao meu escritório para uma entrevista inicial para um processo de coaching. Contexto: Ele é jovem, ocupa a... leia mais

11 minutos

O que realmente sabemos sobre conflitos organizacionais no Brasil?

Um conflito pode ser gerenciado?  De que forma? Quais as causas dos conflitos organizacionais? Qual o papel da área de Recursos Humanos na resolução dos conflitos? Para responder a essas e outras questões relacionadas ao tema conflitos nas organizações, a ABRH-SP vem promovendo, desde 2016, uma pesquisa junto aos seus associados e com divulgação ampla e aberta a todo o mercado... leia mais

11 minutos

Por uma expansão da consciência

Se eu tivesse que escolher uma única coisa desta edição para você levar para sua vida, seria isso: Na Era da Consciência não podemos mais contribuir com ações feitas sem pensar.    Vivemos num ritmo alucinante e estamos testemunhando a crescente onda de burnouts, FOMO (Fear of Missing Out – medo de ficar fora das redes sociais), vício em telas e... leia mais

6 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium