revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #97 - Junho 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

O Pensar, Sentir e Querer na prática de coaching - compartilhando aprendizados

O que escrevo a seguir não tem a pretensão de trazer em profundidade os conceitos desenvolvidos por Rudolf Steiner e a cosmovisão antroposófica. Com certeza ao longo desta edição da Revista Coaching você, leitor, encontrará textos e ideias de qualidade a esse respeito. Minha proposta é compartilhar como, em minha prática como coach executivo e de times, me valho de alguns destes conceitos profundos em benefício da pergunta do meu cliente.

O coaching e a visão trimembrada do ser humano

Quando sou perguntado sobre como integro os arquétipos e contribuições da antroposofia ao meu trabalho cotidiano, sempre início a resposta comentando sobre como a visão trimembrada do Ser Humano, trazida por Rudolf Steiner ao redor de 1917 e sobre a forte conexão que existe com as competências primordiais que caracterizam o exercício do coaching profissional.

Esta visão das capacidades anímicas que todos temos e que se configuram no Pensar, no Sentir e no Querer e Agir norteiam a minha prática e me auxiliam no exercício da minha presença frente ao cliente. Minha escuta mais profunda cria um campo seguro e acolhedor para que o processo de observação e descoberta possa se desenvolver.

Desde jovens, nossos professores sempre nos ensinaram que somos seres trimembrados com cabeça, tronco e membros. O modelo é tão verdadeiro, tão arquetípico que podemos vê-lo com esta mesma configuração, em qualquer personagem criado pelo Ser Humano, até mesmo o mais fantasioso imaginado por Hollywood.


Mas o que isso tudo quer dizer?

Como coach executivo e de times, quando olho para o meu cliente, desde nossa primeira conversa de contratação e ao longo do processo, sempre procuro observar por qual atividade da alma ele é mais movido em seu corpo físico, pelo pensar, pelo agir ou pelo sentir? Para facilitar esse entendimento, vamos por partes:

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Empatia Eficaz: a chave para o coaching transformacional

(Practice – Accurate Empathy: the key to masterful coaching) A palestra aconteceu em um tom de conversa informal, com muita maestria pessoal e toques de emoção genuína por parte do Dr. D Ivan Young. Algumas ideias centrais merecem estar neste texto, não por serem novas, mas por trazerem profundidade no tema e desafios gigantes para os coaches que desejam fazer a diferença na... leia mais

14 minutos

O que significa ser “alfabetizado em futuros”?

Ser alfabetizado no futuro significa compreender que existem diferentes sistemas de antecipação. São diferentes maneiras de imaginarmos o futuro e diferentes razões para imaginar o futuro. A proposição básica é que o futuro só́ pode ser imaginário. Precisamos entender por que e como nossa imaginação criou imagens do futuro, baseando-se em suposições ou molduras. Portanto, para... leia mais

8 minutos

Pais imperfeitos, filhos resilientes: o poder da autocompaixão

Apesar de conhecido como fundador da psicologia positiva, meu professor de mestrado, Martin Seligman, construiu a carreira estudando depressão. E como um bom pesquisador, nos incentivava a refletir sobre perguntas para as quais ele ainda não havia encontrado respostas. Uma das mais recorrentes era: por que estamos deprimindo cada vez mais? Por mais que o mundo tenha muito espaço para mudanças... leia mais

15 minutos

Há (muita) vida após a Burnout

Eu vi o chão sumir debaixo dos meus pés. Perdi a direção. Perdi o ânimo. Perdi a confiança em mim mesma e nas pessoas. Foram cinco anos de dor, de exaustão, de promessas mágicas de cura, de destruição da minha autoestima, de traumas e de lutos. Luto por quem eu achava que era, luto pelo ambiente que me adoeceu, luto pela cultura que glorifica o excesso de trabalho e... leia mais

13 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium