revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #81 - Fevereiro 2020

Localize rapidamente o conteúdo desejado

A EVOLUÇÃO DOS MODELOS DE GESTÃO

Uma das maiores questões que se apresentam aos modelos de gestão contemporâneos nas empresas hoje é conseguir se livrar de um pensamento exclusivamente voltado para os sistemas de comando e controle desenvolvidos no começo do século 20 para dar conta dos aumentos das demandas e do volume de produção e incluir em seus processos uma lógica que abranja as rápidas dinâmicas da complexidade e da emergência do inesperado que as organizações vivenciam nos cenários atuais. Esse processo de transição não se dá de maneira fácil nem rápida. É preciso, em primeiro lugar, identificar, compreender, se conscientizar e aceitar as origens dos modelos mentais ora vigentes para só em seguida desenvolver possíveis caminhos para a evolução desse modelo na direção de uma lógica capaz de dar respostas mais adequadas aos desafios que se revelam muitas vezes intransponíveis e fatais para as companhias hoje.

Antigamente, os cartógrafos europeus costumavam nomear em seus mapas os territórios ainda inexplorados como Terra Incognita e, no caso dos oceanos, Mare Incognitum. Eles incluíam nesses espaços ainda desconhecidos o aviso de que “Aqui há dragões”, em latim Hic sunt dracones, para alertar os navegadores da possibilidade de encontrar essas criaturas fantásticas nos confins do mundo, ao menos é o que consta em um dos mais antigos mapas-múndi conhecidos: o Globo de Hunt-Lenox, de 1510. A metáfora ainda é válida para os dias de hoje. As organizações que pretendem superar a si mesmas e seus próprios horizontes devem buscar exorcizar os fantasmas e monstros que por vezes imaginam em seu caminho (e que, muitas vezes, vão ter que defrontar para poder exorcizar) para assim navegar sem se afogar nas águas desconhecidas e turbulentas do futuro, sabendo, em especial, que não haverá mais portos-seguros. E que isso não será mais um problema.

Visões de Mundo, visões dos Negócios

Os modelos de gestão desenvolvidos e adotados pelas organizações estão intrinsicamente relacionados a visões de mundo compartilhadas pela sociedade e como estas organizações estão aderentes (ou adaptadas) às bases tecno econômicas predominantes em uma determinada época.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Um Olhar integral para o Desenvolvimento Humano

Meu primeiro contato com a Teoria Integral foi quando assisti uma palestra do Marcelo Cardoso (um dos autores desse dossiê) em uma aula dentro de um curso de MBA em 2002, falando sobre Integral Business. Naquela ocasião fiquei ao mesmo tempo extasiado e emocionado. O que vi e ouvi naquele dia foi como um despertar, pois aquelas práticas de gestão apresentadas faziam total sentido. Desse... leia mais

12 minutos

As armadilhas da mente

Apresentado no Converge por Jennifer Gervey Berger Conteúdo baseado na sessão “Escaping our MIndtraps to Thrive in Complexity” de Jennifer Gervey Berger, Ed.D. (escritora do livro Unlocking Leadership Mindtraps: How to Thrive in Complexity) A sessão de Jennifer Gervey Berger, Ed.D foi um dos momentos que mais me impactou durante o Converge. Eu admiro profissionais que... leia mais

9 minutos

Constelações Sistêmicas, Estruturais, Sustentabilidade e Comunicação Empresarial

Qual o fio que tece uma nova abordagem em capacitação? As Constelações Sistêmicas Organizacionais, bem como as Estruturais, vêm transformar o paradigma de não haver metodologia para responder a determinadas questões do cliente. É possível facilitar o cliente a percorrer caminhos que ele mesmo não imaginava que existiam dentro dele ou na própria instituição. No âmbito da... leia mais

12 minutos

Programa de prevenção e gestão de conflitos organizacionais: um convite à alta gestão.

Organizações possuem conflitos, entretanto, nem sempre são percebidos ou mesmo assumidos pelos seus gestores. A equivocada percepção de que os conflitos são sempre negativos impede, por vezes, que aproveitemos as inúmeras possibilidades de oportunidades que eles podem nos proporcionar. Conflitos podem abrir janelas diante de portas fechadas. Ao analisarmos os conflitos, ou seja,... leia mais

13 minutos

Não aguentamos mais tanta pressa! Precisamos desacelerar.

Estamos em outubro e já sentimos que o Natal está logo aí. Conversamos com os amigos e todo mundo está na correria, sem tempo para nada. Uma urgência constante consome a todos, independente do contexto. No trabalho, a sensação de prazos apertados sufoca diariamente. A necessidade de ser multitarefa, responder aos e-mails durante reuniões indispensáveis, enquanto vemos notificações se... leia mais

12 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium