revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #100 - Setembro 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Sabedoria Coletiva faz a Diferença

Estamos aqui para nos aconselharmos mutuamente. Devemos construir pontes espirituais e científicas ligando as nações do mundo.

Albert Einstein


Há milênios que a sabedoria humana, presente em todas as culturas, filosofias e tradições espirituais, afirmam que o autoconhecimento é decisivo para o processo evolutivo, apesar disso ainda há milhões de pessoas que caminham perdidas, sem rumo...

Todos nós, ao longo de nossa vida, passamos por muitos estágios e mudanças. Esses estágios, estudados por diversas escolas de psicologia, promovem o amadurecimento humano, a ampliação da consciência rumo à integridade, que Carl Jung denominou de individuação.

O que entendemos como desenvolvimento psicológico, Jung demonstrou ser um processo pelo qual a pessoa se torna integrada, unificada, não dividida. Consiste na experiência da integridade e consciência do Self (si mesmo), desse modo, a individuação é um fim para todo ser humano, embora não seja totalmente realizável visto que ao longo de toda a jornada humana haverá sempre conteúdos psíquicos a serem integrados à consciência. Entendendo-se esta como o estado de conhecimento e entendimento de eventos externos e internos ao indivíduo. Isto é estar desperto e atento, observando e registrando o que acontece no mundo em torno e dentro de cada um de nós.

Murray Stein (p.27) explica:

O ego focaliza a consciência humana e confere à nossa conduta consciente sua determinação e direção. Porque temos um ego, possuímos a liberdade para fazer escolhas que podem desafiar os nossos instintos de autopreservação, propagação e criatividade. O ego contém a nossa capacidade para dominar e manipular vastas somas de material dentro da consciência. É um poderoso ímã associativo e um agente organizacional. Uma vez que os humanos possuem tal força no centro da consciência, eles estão aptos a integrar e dirigir grandes quantidades de dados. Um ego forte é aquele que pode obter e movimentar de forma deliberada grandes somas de conteúdo consciente. Um ego fraco não pode fazer grande coisa desse gênero de trabalho e sucumbe mais facilmente a impulsos e reações emocionais. É facilmente distraído e carece de foco e motivação consistente.

Por termos um ego autorreflexivo, isto é, com capacidade para compreender as razões do nosso comportamento e de direcionar nossos esforços para o autoconhecimento e para dimensões mais amplas e profundas, podemos, de algum modo, experimentar a unidade que todos buscamos. Tal unidade desejada não significa estabilidade, antes, podemos afirmar é um equilíbrio dinâmico que possibilita ao sistema psíquico a experiência de estar unificado, integrado e em equilíbrio. Essa é a tarefa primordial do si mesmo também chamado por Jung de imago Dei. Afirma ele que todo ser humano traz dentro de si a imagem de Deus, o que nos coloca em contato com essa dimensão mais profunda da unidade e totalidade que pode ser acionada, como um conhecimento intuitivo que vem em nosso auxílio, sempre que precisamos para manter o nosso equilíbrio psíquico.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Foco, força, fé e mova-se para o seu propósito em 2022

E nos despedimos de 2021 mergulhados em constantes mudanças, com jornais repletos de notícias vis, atentados à nossa república, o que apenas potencializou a sensação de que estamos repletos de incertezas, o que fazem as pessoas estarem mais ansiosas a fim de atenderem as demandas em um mundo cada vez mais volátil. E em 2022 teremos eleições e decidiremos nas urnas os nossos próximos... leia mais

13 minutos

Prosperando com os momentos de “Eu não sei”

(Work – Thriving in the state of ‘I don’t know-ness’) Os autores Geoff Hinsley e Kathleen Curran vem pesquisando descobertas sobre os momentos do “Eu não sei” (IDKN - I don’t know-ness), que todos nós nos encontramos de tempos em tempos. E propõe olhar IDKN como um processo e também uma ferramenta que nos ajuda a converter reações típicas, em respostas mais produtivas,... leia mais

12 minutos

Burnout nas Organizações

As mudanças sociais, tecnológicas e econômicas têm impactado substancialmente no estilo de vida das pessoas, individual e coletivamente, imprimindo novos rumos e sentidos ao trabalho. A velocidade imposta para a realização  dessas mudanças  tem contribuído para uma maior exposição aos eventos estressantes, impostos pela tal “modernidade”. O ambiente organizacional é um... leia mais

9 minutos

Diversidade na Comunicação

Começo este texto com uma máxima para mim: só terá uma comunicação autêntica quem conviver com pessoas diversas. Eu trabalhei por três anos em uma escola de filosofia ética e dinâmicas da convivência e aproveitei para fazer todas as formações possíveis, conheci de Maffesoli a Matthieu Ricard, pratiquei ioga, conheci as práticas chinesas, filosofia indiana CNV, Práticas... leia mais

6 minutos

Competências de Coaching para RH

A International Coach Federation - ICF define coaching como uma parce­ria com os clientes em um processo instigante e criativo que os inspira a maximizar seu potencial pessoal e profissional. Podemos traçar um para­lelo com a área de RH cuja missão es­tratégica é ser um parceiro do negócio para inspirar e orientar a organização a desenvolver-se e gerar resultados junto com as pessoas... leia mais

9 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium