revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #89 - Outubro 2020

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Acho ou não acho... eis a questão!

Muitas vezes, no meio de uma tempestade de emoções ou numa situação difícil precisamos ver a realidade, fazer a distinção entre a realidade e as percepções, os medos, os boatos para depois aproveitarmos o que é real. E nós, os coaches, convidamos os nossos clientes a fazer o mesmo.

Mas o que é a realidade? No “Dicionário Priberam da Língua Portuguesa” encontramos o substantivo feminino realidade: “Qualidade do que é real; Existência de facto; O que existe realmente; coisa real; Conjunto de todas as coisas reais. = REAL ≠ FANTASIA, FICÇÃO, IRREALIDADE”. E, na definição do substantivo “real” podemos ler, no mesmo dicionário, além doutros pontos: “Que existe de facto. = EFECTIVO, VERDADEIRO ≠ IMAGINÁRIO, IRREAL; que tem existência física, palpável. = CONCRETO ≠ ABSTRACTO”.

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

O tango nosso de cada dia

A minha primeira aula de tango foi há mais de dez anos e logo percebi que é muito mais do que uma dança. O tango, forte e suave ao mesmo tempo, uma mistura sublime de paixão, sensualidade, tristeza e força oferece-nos com generosidade uma oportunidade incrível de aprendermos sobre nós, sobre a vida. O tango: um toque de beleza que, às vezes, parece de outro mundo. De onde vem tanta... leia mais

4 minutos

Reaprender a conviver

Estes últimos dois anos têm mostrado facetas das pessoas que desconhecíamos. A revolta com tantos escândalos de corrupção, levaram a una polarização política que eu não havia ainda experimentado. Entre esquerda e direita, só se ouve falar em extrema esquerda e extrema direita, onde poucos, muito poucos tem a compreensão do significado destes conceitos. O modelo mental mais... leia mais

3 minutos

Simca Chambord

Este era o carro da moda no ano em que nasci. Interessante pensar como os carros, com o passar de muitos anos, podem ser chamados de velhos ou antigos, dependendo do estado de conservação. Assim também somos. O que nos define a cada momento da jornada não é necessariamente o tempo de uso, de estrada, mas o estado de conservação. Em nossa sociedade, fascinada pela estética e aparência... leia mais

3 minutos

O que você controla?

Esta edição sobre “vulnerabilidade” nos convida a refletir sobre o que efetivamente está sob nosso controle. O que nos escapa, o que não temos poder ou ascendência sobre, nos deixa na condição de passageiro. Esta metáfora me é muito cara pois, resumidamente, estes são os dois papéis que podemos desempenhar na vida. Como é uma metáfora, considere que todas as funções e tarefas... leia mais

4 minutos

Conversa de WhatsApp

Entre os mais jovens, geração Z e Millennials, conversar através de mensagens de texto é algo tão corriqueiro como um telefonema para a geração X ou os Baby Boomers. Eles contam coisas, trocam ideias, marcam encontros, contam histórias, fazem fofocas, e o mais interessante, fazem DR por texto. A confusão é inevitável, pelo menos na visão dos mais velhos. Quando conversamos, olho no... leia mais

4 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium