revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #58 - Março 2018

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial

Caro leitor,

fevereiro foi um mês marcado pelo episódio do Coaching na novela da Globo. Parece ter sido uma gota d´água nos abusos e oportunismos que rondam a palavra Coaching. O número de manifestações foi enorme, inclusive de pessoas que raramente se manifestam.

Ao convidar Káritas Ribas para coordenar um dossiê, ela manifestou com grande energia a vontade de abordar a questão da RESPONSABILIDADE, com o que somos, com o que pensamos, com o que fazemos, e da necessidade do despertar da consciência para a consequência de nossos atos.

Ela reuniu um grupo ímpar de pessoas que, com incrível conexão com a essência da Revista Coaching Brasi,l nos brindam com textos muito profundos, questionadores, reflexivos, que nos remetem a revisitar a essência de quem somos, ou quem pensamos que somos, a que viemos, ou em que etapa de construção estamos, como contribuímos, conosco, com o planeta, com a humanidade, com nossos coachees.

A Responsabilidade está intimamente ligada ao processo de Coaching em todos os aspectos em que possamos pensar. Por parte do coach, responsabilidade pela sua preparação, pela consciência de seus modelos, crenças, por ver no coachee um ser de infinitas possibilidades que não está ali para ser ajudado ou consertado, mas para expandir, ganhar consciência, aprender a aprender, tomar posse de si, ser tudo o que possa e dê conta de ser neste momento. Por parte do coachee, o desafio de confiar, de se entregar, de fazer do processo um mergulho profundo e inspirador, e de agir, identificar amarras, bloqueios e superá-los.

Selecionei inúmeros trechos dos artigos para citar neste editorial, mas seria injusto para/com cada autor, pois seriam como uma pequena foto de uma linda paisagem que se contempla, que não abrange e conecta com a riqueza e beleza do momento único vivido. Assim, reserve um tempo de qualidade para se deliciar com os textos que seguem nesta edição mais do que especial.  

Tenha uma excelente leitura.

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 13/03/2018
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 100

Caros leitores, tenho tanto a compartilhar, falar, comentar, e ao mesmo tempo, um cansaço me invade a alma. Vivemos em uma sociedade que cultua a felicidade fácil, eterna, incondicional, que até originou o termo felicidade tóxica. Vivemos os tempos do empreendedorismo rumo ao sucesso, onde em vídeos e textos, experiências fantásticas são compartilhadas, do zero aos múltiplos... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 99

Caros leitores, falar sobre Burnout é muito importante, ainda mais em tempos de confinamento, isolamento social e uma sobrecarga de trabalho cada vez mais relatada e comentada. Quando defino um tema para o dossiê, o primeiro passo é eleger quem fará a coordenação, função mais que fundamental, pois esta figura, além de notório saber sobre o assunto, necessariamente precisa possuir... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 98

Caros leitores, foi no dia 26 de fevereiro de 2021 que Christine Bona De Napoli, em uma conversa que tivemos no WhatsApp, me propõe um dossiê sobre Codesenvolvimento. Começamos a papear,  e ela, apaixonadamente, começa a falar sobre a metodologia, origem, fundadores e as possibilidades que esta abordagem pode trazer para o mundo do Coaching e de quem trabalha com Desenvolvimento Humano... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 97

Caros leitores, esta é uma edição especial e comemorativa. Ela marca os oito anos desta caminhada, iniciada em uma viagem que fiz a Canela, no Rio Grande do Sul, para participar de uma formação em Storytelling, que também já foi tema de um dossiê. Naquela ocasião, já com minha consultoria há 5 anos, pensava em minha vida e carreira, e sentia que havia um espaço a ser... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 96

Caros leitores, em seu artigo, Carolina Messias e Michelle Prazeres citam o sociólogo francês Philippe Zarifian, que conceitua o termo “comunicação autêntica” como: “um processo pelo qual se instaura uma compreensão recíproca e se forma um sentido compartilhado, resultando em um entendimento sobre as ações que os sujeitos envolvidos são levados a assumir juntos ou de maneira... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium