revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #58 - Março 2018

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial

Caro leitor,

fevereiro foi um mês marcado pelo episódio do Coaching na novela da Globo. Parece ter sido uma gota d´água nos abusos e oportunismos que rondam a palavra Coaching. O número de manifestações foi enorme, inclusive de pessoas que raramente se manifestam.

Ao convidar Káritas Ribas para coordenar um dossiê, ela manifestou com grande energia a vontade de abordar a questão da RESPONSABILIDADE, com o que somos, com o que pensamos, com o que fazemos, e da necessidade do despertar da consciência para a consequência de nossos atos.

Ela reuniu um grupo ímpar de pessoas que, com incrível conexão com a essência da Revista Coaching Brasi,l nos brindam com textos muito profundos, questionadores, reflexivos, que nos remetem a revisitar a essência de quem somos, ou quem pensamos que somos, a que viemos, ou em que etapa de construção estamos, como contribuímos, conosco, com o planeta, com a humanidade, com nossos coachees.

A Responsabilidade está intimamente ligada ao processo de Coaching em todos os aspectos em que possamos pensar. Por parte do coach, responsabilidade pela sua preparação, pela consciência de seus modelos, crenças, por ver no coachee um ser de infinitas possibilidades que não está ali para ser ajudado ou consertado, mas para expandir, ganhar consciência, aprender a aprender, tomar posse de si, ser tudo o que possa e dê conta de ser neste momento. Por parte do coachee, o desafio de confiar, de se entregar, de fazer do processo um mergulho profundo e inspirador, e de agir, identificar amarras, bloqueios e superá-los.

Selecionei inúmeros trechos dos artigos para citar neste editorial, mas seria injusto para/com cada autor, pois seriam como uma pequena foto de uma linda paisagem que se contempla, que não abrange e conecta com a riqueza e beleza do momento único vivido. Assim, reserve um tempo de qualidade para se deliciar com os textos que seguem nesta edição mais do que especial.  

Tenha uma excelente leitura.

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 13/03/2018
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 88

Caros leitores, Quando analisamos a base de conhecimento que desenvolvemos sobre o nosso funcionamento, é muito interessante notar que estamos apenas beliscando a casca do ovo desta sabedoria. Teóricos e pesquisadores estão produzindo novos modelos que nos auxiliam a compreender melhor como funcionamos e de que forma podemos diminuir nossas limitações para realçar os potenciais. No... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 86

Caros leitores, que tema mais pertinente para o momento que vivemos. Vulnerável!!! O que significa isto? Segundo a etimologia, vulnerável vem do Latim VULNERABILIS, “o que pode ser ferido ou atacado”, de VULNERARE, “ferir”, de VULNUS, “ferida, lesão”, possivelmente de VELLERE, “rasgar, romper”. Assim, estar vulnerável é estar em uma posição desconfortável pois nos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 85

Caros leitores, este ano de 2020, não começou de forma tranquila como todos os outros. Entenda aqui este “tranquila” como aquela “normalidade” que nos permite fazer planos “normais”, como emagrecer, fazer exercícios, aprender inglês, etc. Agitações intensas na política, mudanças de rumo na economia, a escalada de uma intolerância e agressividade sem precedentes na sociedade,... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 84

Caros leitores, ahhhhh, a tal Felicidade. Tão cantada em versos e prosas e que cada vez mais ouvimos falar dela. Talvez as pessoas estejam buscando uma felicidade mais autêntica, legítima, e não apenas compensações momentâneas obtida em prazeres fugazes. Sim, muitos dos prazeres que temos na vida são reais e legítimos e precisamos atentar para não os transformar em elementos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 83

Caros leitores, este tema chega em um momento muito especial, não somente para nós, coaches, mas para a própria humanidade que vive um divisor de águas em sua história. Há muitos anos que pesquiso a questão dos “valores” como um ponto fundamental da estruturação de uma cultura. Com o aprofundamento da pesquisa sobre o autodesenvolvimento, os valores se mostraram ainda mais... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium