revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #35 - Abril 2016

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 35

Caro leitor,

nesta edição, um tema que há muito tempo namoramos e estudamos: Supervisão em Coaching.

É um tema da maior profundidade que, como previmos, também começa a ser banalizado na grande alegria do Oba Oba da modinha do Coaching.

Afinal, o que é supervisão? Esta atividade remonta ao início da prática da psicologia, psiquiatria, psicanálise e serviço social. Trata-se de um profissional que atende, discute um caso com seu supervisor, que será um parceiro na pesquisa de significados presentes neste atendimento, atuando como um olhar fora do processo, cujas lentes contêm bases interpretativas distintas das do profissional, e com isto, traz novos elementos para desvendar o que não estava claro.

Desde a primeira edição da revista, colocamos a coluna “Um outro olhar”, que traz casos para compartilhar com um profissional experiente. Decidimos não chamar esta coluna de “Supervisão”, por profundo respeito a esta prática e não simplificá-la a umas poucas linhas de um olhar externo ao processo.

Este tema é de tal complexidade e profundidade que formações muito específicas são necessárias, embasadas em teorias e propostas próprias, que não fazem parte dos temas abordados nas formações em Coaching.

Atendimentos supervisionados deveriam ser mandatórios em qualquer formação em Coaching que queira capacitar pessoas a lidar com outras pessoas. Tomar consciência da restrição de nosso olhar, seja por educação, formação profissional, valores ou crenças pessoais já é um enorme passo para buscar o olhar do outro, para ver o que não vejo.

Vemos no mercado o início da oferta de supervisão por pessoas que mal detêm uma formação adequada para atuarem como Coach. Isto preocupa.

Decidimos abordar este tema em duas etapas. Nesta edição, iniciamos a discussão sobre a Supervisão em Coaching com Rosa Krausz, Ana Cristina Lessa Simões e Yara Leal, trazendo importantes elementos da teoria, definição e aplicação da Supervisão. Em nossa próxima edição, teremos Maria Angélica Carneiro, Lily Seto, Eva Hirsh Pontes, Ana Pliopas e Claudia Gonçalves.

Será um belo tratado sobre o tema Supervisão, longe de esgotá-lo.

Tenha uma excelente leitura,

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 27/07/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 100

Caros leitores, tenho tanto a compartilhar, falar, comentar, e ao mesmo tempo, um cansaço me invade a alma. Vivemos em uma sociedade que cultua a felicidade fácil, eterna, incondicional, que até originou o termo felicidade tóxica. Vivemos os tempos do empreendedorismo rumo ao sucesso, onde em vídeos e textos, experiências fantásticas são compartilhadas, do zero aos múltiplos... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 99

Caros leitores, falar sobre Burnout é muito importante, ainda mais em tempos de confinamento, isolamento social e uma sobrecarga de trabalho cada vez mais relatada e comentada. Quando defino um tema para o dossiê, o primeiro passo é eleger quem fará a coordenação, função mais que fundamental, pois esta figura, além de notório saber sobre o assunto, necessariamente precisa possuir... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 98

Caros leitores, foi no dia 26 de fevereiro de 2021 que Christine Bona De Napoli, em uma conversa que tivemos no WhatsApp, me propõe um dossiê sobre Codesenvolvimento. Começamos a papear,  e ela, apaixonadamente, começa a falar sobre a metodologia, origem, fundadores e as possibilidades que esta abordagem pode trazer para o mundo do Coaching e de quem trabalha com Desenvolvimento Humano... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 97

Caros leitores, esta é uma edição especial e comemorativa. Ela marca os oito anos desta caminhada, iniciada em uma viagem que fiz a Canela, no Rio Grande do Sul, para participar de uma formação em Storytelling, que também já foi tema de um dossiê. Naquela ocasião, já com minha consultoria há 5 anos, pensava em minha vida e carreira, e sentia que havia um espaço a ser... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 96

Caros leitores, em seu artigo, Carolina Messias e Michelle Prazeres citam o sociólogo francês Philippe Zarifian, que conceitua o termo “comunicação autêntica” como: “um processo pelo qual se instaura uma compreensão recíproca e se forma um sentido compartilhado, resultando em um entendimento sobre as ações que os sujeitos envolvidos são levados a assumir juntos ou de maneira... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium