revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #23 - Abril 2015

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Um outro olhar - Ed. 23

Nossa coach Maria nos escreve com a seguinte questão:
Meu coachee, entusiasmado pelos questionamentos que faço a ele, decidiu ler Filosofia. Deparou-se com a pergunta: – Qual a vida que vale a pena ser vivida? 
Como havíamos acordado que em caso de necessidade ele poderia me chamar no celular, recebo uma mensagem dele tarde da noite simplesmente dizendo:
– A vida que levo não vale a pena ser vivida.
Gelei. Pensei no pior. Alguns longos segundos depois, ele complementa:
– Minha vida é cinza, sempre foi. Quero colori-la.
Alí­vio geral. No próximo encontro discutimos a questão e ele disse que todas as suas decisões na vida foram cerebrais e que seus afetos nunca foram ouvidos. Ele sente agora, que em represália, eles tiraram a cor de sua vida. Como coach, já com vários anos de experiência estou confusa, pois ele foi um espelho para minha própria vida, que também anda bem cinza. A questão que trago é a dele e a minha. Não sei se levo isto para uma supervisão, se faço um coaching ou se aprofundo em uma terapia. Ao mesmo tempo me sinto incompetente em prosseguir meu trabalho com ele, mesmo sabendo que não posso misturar conteúdos. Help.

Invariavelmente vamos nos depa­rar nos processos de coaching com questões muito parecidas com as nossas - sejam questões que esta­mos vivendo agora ou que já vive­mos no passado. Isso não deve ser um impedimento para exercermos nossa atividade, desde que esteja­mos dispostos a manter atenção na distinção entre nossos conteúdos e aqueles que são dos nossos clientes.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Um outro olhar - Ed. 95

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: acho que meu cliente está confundindo coaching com terapia. Explico: ele é um jovem de 30 e poucos anos, que faz terapia há anos e tem muito autoconhecimento. Buscou coaching para entender qual seu próximo passo de carreira, já que fez duas mudanças significativas de emprego e ainda assim não se sente satisfeito. Estamos na quarta sessão e os... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 94

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: fiz minha formação de coach profissional em uma escola bastante sólida e há mais de 5 anos conduzo processos de coaching executivo. Antes de atuar como coach trabalhei na área de Recursos Humanos e cheguei ao cargo de gerente. Quando começo e encerro o processo de coaching executivo faço uma reunião com o gestor do coachee e o RH da empresa. O... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 93

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: Estou super desanimada com a má reputação dos coaches. Fiquei indignada com a reportagem de uma grande emissora de televisou veiculada recentemente, que na minha opinião, retratou coaches como oportunistas e aproveitadores. Muitas pessoas comentaram nas redes sociais que acreditam que coaches são embusteiros. Tenho me dedicado há anos ao coaching... leia mais

5 minutos

Um outro olhar - Ed. 92

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: tenho uma trajetória consolidada em Coaching e decidi disponibilizar meu tempo e experiência para apoiar pessoas que não possam pagar por um processo de Coaching. Essa experiência traz dois temas que me intrigam: percebo que sou mais audacioso com minha cliente pro bono, provoco mais e lanço mão de intervenções inovadoras. O segundo aspecto é... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 91

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: Estou conduzindo um processo de coaching de carreira com um executivo de uma grande indústria nacional. Ele me contratou porque está na empresa há 15 anos, deseja ser promovido, mas as mensagens que recebe de consecutivos gestores seus é que lhe falta pensamento estratégico para alçar a posição de diretor. Ele quer explorar outras possibilidades... leia mais

6 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium