revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #108 - Maio 2022

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Saúde na sua plenitude

O que é ter uma vida com saúde plena? Será apenas a ausência de sintomas e doenças? Talvez quando tivermos alcançado a tríade físico – mente – espírito de maneira equilibrada poderemos dizer que estamos vivendo a vida, não apenas sobrevivendo. A saúde na sua plenitude pode ser uma utopia. Essa busca é constante e não existe um fim na nossa jornada neste plano. O equilíbrio absoluto é um desafio que, talvez, nunca iremos conseguir. A nossa busca deve ter em vista uma vida mais equilibrada, uma hora pendemos para um lado, outra hora para outro e assim seguimos. Esse equilíbrio passa, inevitavelmente, por uma vida mais consciente, atenta para o nosso EU, o que nos leva para um crescimento em direção a uma completude. O crescimento como ser humano pode ser um grande propósito de vida, independentemente da faixa etária, das condições socioeconômicas e religiosas. Existem diversos caminhos para o crescimento mas podemos criar o nosso próprio caminho. E como ter uma vida mais consciente no mundo de hoje? Muitas vezes, estamos negligenciando o nosso ser interior. Constantemente, o nosso foco está no mundo externo, no trabalho, filhos, amigos, notícias, dinheiro, mídias sociais, com pensamentos que oscilam, na maior parte do tempo, entre o passado e o futuro, gerando frustrações e ansiedade, respectivamente. Desta forma, vivemos o presente no modo “piloto automático” ou, pior, sem um piloto para nos guiar e, consequentemente, ficamos à deriva, suscetíveis às intempéries da vida. Acordamos, comemos, trabalhamos e nos relacionamos, sem que estejamos realmente presentes naquele momento. Acabamos por viver através de atitudes enraizadas, viciadas através dos anos que, muitas vezes, não são benéficas para a saúde, gerando doenças. A inconsciência nos faz mais vulneráveis diante do mundo que nos cerca. Nossos pensamentos e sentimentos são gerados a partir de uma realidade com o foco voltado para o externo e, assim, invertemos o nosso modo de viver, quando, na realidade, deveríamos fortalecer o nosso interior para vivermos plenamente. A vida mais consciente nos prepara para os desafios encontrados, ficamos mais resilientes às adversidades. Existem diversas recursos que contribuem para atingirmos uma vida mais consciente no dia a dia. Uma das ferramentas que aprecio colocar em prática comigo e com os meus pacientes é o SPIRE.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Receita para mudar a Cultura Organizacional

Ingredientes: Triângulo Dialognóstico Exco Própolis Modo de preparo É simples (mas não é fácil). Não é “solução de camelô” pois, na verdade, requer muita prática e habilidade. Comece com o Triângulo Dialognóstico, assim chamado porque consiste em facilitar um diálogo com os líderes da organização para construir um diagnóstico compartilhado. O... leia mais

13 minutos

Jornadas do medo através da alma

O céu parece cair, o chão some, a luz se perde, o tempo foge, memórias congelam e o ar escapa... encolhimento, retração, terror, paralisia... O que mais? Há quem diga que o pior medo é o medo de sentir medo. Temos medo ou ele nos tem? Além dos vestígios pessoais, o medo é uma herança ancestral e cultural e por isso confrontá-lo e lidar com ele parece inevitável a qualquer ser humano... leia mais

14 minutos

Aprendizagem Singular: criando valor de forma ágil e consistente

Para gerar valor na Complexidade, precisamos de uma nova forma de aprender. Para suportar as intensas mudanças nos próximos 20 anos, organizações, culturas, líderes, educadores e aprendizes compreendem que é necessário criar estratégias de capacitação que não esteja limitadas ao modo de ensinar, mas no fomento da aprendizagem singular, que modifica o desempenho, amplifica inovações... leia mais

12 minutos

As diferenças culturais: entre belo sonho e pesadelo

França, Alemanha, Itália, Bulgária, Argentina, Holanda, Roménia, Brasil.  Foram as palavras que encerraram a reunião de criação da capa desta edição da revista. São os países de onde os autores do dossiê estavam a falar. A nossa reunião acaba e fico num estado de graça. O nosso grupo é o símbolo, a ilustração perfeita das diferenças culturais. Um exemplo de como... leia mais

13 minutos

Vamos falar em Segurança Psicológica nas Organizações?

Você já deve ter ouvido por aí sobre o conceito de segurança psicológica. Se ainda não ouviu, está na hora! A não ser que a sua organização não esteja precisando inovar, crescer em um contexto de incertezas constantes ou engajar colaboradores, então esse artigo não é pra você. Mas, se você quer saber como conectar as pessoas com o futuro, tomar decisões mais inteligentes... leia mais

10 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium