revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #100 - Setembro 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Coaching de Grupos e Equipes

“(...) Olhe, pro futuro confiante, pois a distância posso ver que no século XXI, surge um novo amanhecer (...) “

Viva a Gente - 1969


Segundo o Paradigma Luz, de Borges (1994) – “ A Construção do Ser e do Saber” é de bom tom olhar o antigo para poder entender e lidar com o novo, com a atual necessidade do aqui e agora, mas não apenas olhar, ver, ouvir e escutar para aquilo que já existe; nosso desafio é garimpar o que há de mais valioso e valoroso nesse patrimônio cultural, adaptando, atualizando ou até mesmo ressignificando, integrando a temporalidade do  passado, presente e futuro numa dimensão só, onde processo e produto, acerto e erro, a lógica da ciência e os conflitos da assistematização para a sistematização, a garantia da informação à formação do desenvolvimento e aprendizado do sujeito estejam todos imbricados.

Convido você leitor a entrar comigo num túnel do tempo, para visualizarmos por um fio que vou pinçar deste grande novelo.

Vamos dos anos sessenta passando pelo mundo VUCA e aterrizando no mundo BANI pós COVID -19.

Para aquecer a reflexão, escrevo o que borbulha em minha cabeça nesse momento....

O que há no antigo a ser garimpado de nossa filogênese até a ontogênese de cada Eu?

Como a modalidade coletiva seja coaching de grupos ou equipes podem ajudar?

Que protocolos ou regras de padrões de interação podemos lançar mão?

 

As 8 competências ICF podem ser um “GPS” vivencial e relacional para nós?

Convido-vos a pensar...

A análise tem como ponto de partida a dimensão sociocultural, o espaço 2, a realidade externa como sinaliza Borges em seu paradigma transdisciplinar; dos anos rebeldes, (o intenso anos 60) até os tempos pós-COVID-19, o mundo BANI.

Qual o cenário no Brasil e no mundo nos anos 60?

Estamos falando de uma década que teve um grande crescimento na ciência e tecnologia, nos esportes, na comunicação, na cultura, nas artes, na religião e principalmente na política nacional e internacional; como por exemplo: em 1961, o russo Yuri Gagarin torna-se o primeiro homem a entrar no espaço soubemos através dele que nosso planeta é azul! Em 1962, nosso país é bicampeão mundial no Chile, em 1963 a extinta TV Tupi faz a primeira transmissão em cores da televisão e em 1967 ocorre a 1ª. transmissão via satélite, neste mesmo ano acontece na África do Sul o 1º. transplante de coração e no ano seguinte 1968, o 1º. transplante do coração é realizado no Brasil. Em 1969 o 1ºe-mail da história é enviado entre computadores realizados em áreas distintas e neste mesmo ano cria-se a Arpanet - o embrião da internet, essas conquistas mais que suficientes já denunciam como e porque nos deparamos com esse mundo VUCA, termo criado pelo exército estadunidense nos anos 90, pós guerra fria, o intuito era criar planos de contingência conforme cada situação possível.

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

O poder da autocompaixão: conceitos e ideias errôneas

“Um momento de autocompaixão pode mudar todo o seu dia. Uma série de momentos como esse pode mudar o curso de sua vida.” Christopher Germer Há 5 anos, ouvi pela primeira vez a palavra autocompaixão e pensei: “Eu não sei exatamente o que é isso, mas sinto que preciso de compaixão”. Nesse momento, associei autocompaixão a ser mais bondosa comigo de alguma maneira. Ao longo dos... leia mais

16 minutos

As seis dimensões da Síndrome de Burnout: compreender e prevenir

A Síndrome de Burnout pode ser prevenida! Quantas pessoas gostariam de ter evitado chegar ao esgotamento, ao sentimento de não se reconhecer mais e perder a confiança em si mesmas, em suas capacidades de concentração, de memória e de regulação emocional... Após ter vivido a síndrome e acompanhado dezenas de pessoas no processo de recuperação, considero essa experiência como um... leia mais

15 minutos

O grupo de Codesenvolvimento: um poderoso método de inteligência coletiva

Espaço colaborativo de aprendizagem, abordagem pedagógica, comunidade para o desenvolvimento das práticas profissionais, são alguns dos qualificadores utilizados nos últimos vinte e cinco anos para classificar o grupo de codesenvolvimento profissional (GCP). Alguns marcos O grupo de codesenvolvimento profissional constitui uma proposta de abordagem e método bastante precisos definidos... leia mais

11 minutos

A liberdade genuína em nossa atuação prática

“Nossa vida é composta a partir de atos da liberdade e da falta de liberdade. No entanto, não podemos pensar sobre o conceito completo do ser humano, sem chegar ao espírito livre como a mais pura manifestação da natureza humana. Somente somos verdadeiros seres humanos na medida em que somos livres.” Rudolf Steiner Em nossa jornada na vida, frente aos... leia mais

14 minutos

Humanizar a comunicação: reivindicar e pesquisar práticas comunicativas humanizadas

“[Comunicar] trata-se de fazer o outro chegar perto da emoção e da força do vivido.” Ciro Marcondes Filho (2019, p. 26) Quando observamos a circulação do termo “comunicação” acompanhado de adjetivos que reforçam suas qualidades subjacentes, entendemos que pode haver uma ponta de denúncia e outra de reivindicação. Denúncia de uma comunicação mecânica, automática e... leia mais

14 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium