revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #10 - Março 2014

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Ampliar ou Transmudar a Visão?

Meu propósito maior nos trabalhos de Coaching/Mentoring tem sido o de levar o Coachee/Mentorado a ampliar sua visão. Visão de si mesmo, das pes­soas que o envolvem, de seu trabalho e, sobretudo, sua visão de mundo. Ul­timamente tenho refletido muito em torno deste tema. Será que ampliar a visão realmente muda a situação do Coachee/Mentorado? Ampliar a visão que ele já tem não seria como am­pliar “mais do mesmo”? Será que seus valores e crenças básicas sofreriam transformações? Que reais mudanças poderiam ocorrer? Seria, talvez, um maior refinamento da mesma visão de mundo que possivelmente estaria dificultando ou mesmo travando a ex­pansão de seu potencial?

Esta reflexão me levou, então, a bus­car entender melhor o que é ter uma nova visão. Seria olhar a si mesmo, as pessoas que o rodeiam, sua em­presa, sua casa, o planeta com outro olhar? O objetivo passa a ser ultra­passar as limitações de visão exis­tentes em nossa vida como seres humanos. Isto me levou a pensar em transmudar a visão.

Transmudar, segundo o dicionário Houaiss, significa “tornar diferente, passar de um estado ou condição a outro; alterar; transformar”.

Para transmudar, transcender limitações de visão, vamos refletir sobre os seguintes as­pectos:

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Luzes, câmera, ação! – parte 6

1971=>2021 – O que mudou? Parte 4 - Perspectiva dos consumidores/da sociedade Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. No terceiro, quarto e quinto artigos analisamos o que mudou nestes 50 anos na... leia mais

16 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 5

1971=>2021 – O que mudou? Parte 3 - Perspectiva dos liderados. Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. No terceiro e quarto artigos analisamos o que mudou nestes 50 anos na perspectiva das empresas... leia mais

16 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 4

1971=>2021 – O que mudou? Parte 2- Perspectiva das lideranças. Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. No terceiro artigo começamos analisando o que mudou nestes 50 anos na perspectiva das... leia mais

16 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 3

1971=>2021 – O que mudou? Parte 1- Perspectiva das empresas. Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. E como dissemos ao final do segundo capítulo, vamos agora analisar o que mudou nestes 50 anos. ... leia mais

14 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 2

Gravando em 2021 - De volta para o futuro. Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia (Lulu Santos). Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo (Raul Seixas). Com o indispensável auxílio do Guia 4 Rodas, o DeLorean imaginário, nave fantástica que só a ficção literária pode oferecer, deixa o ano de 1971 e, em uma... leia mais

15 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium