revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #77 - Outubro 2019

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Será que é realmente possível fazer um marketing diferente e ter resultados?

Olá,

Estou muito feliz em iniciar esse dossiê conversando com você. Sou Giovana Belfiore, Mentora de Empreendedores, Especialista em Marketing de Conteúdo e Coach Ontológica.

Quero começar este artigo contando brevemente uma parte da minha caminhada no marketing digital.

Há 8 anos trabalho diretamente com internet e há 4, exclusivamente com marketing de conteúdo. Quando iniciei a caminhada empreendedora fui me especializar em marketing digital nas maiores faculdades de São Paulo e me deparei com cursos que tinham uma linguagem muito distante da minha.

Decidi então dar mais um passo e buscar cursos online criados por pessoas que já tivessem percorrido a caminhada que eu estava iniciando.

Fiz um curso... dois... três... e fiquei ainda mais perdida: Será que marketing é isso mesmo? É ter uma presença superagressiva, com conteúdo de vendas cheio de gatilhos mentais que fazem nossos clientes comprarem sem nem saber por que? Como assim?

Minha pulga – que na verdade já era um elefante – atrás da orelha começou aí. Eu não me sentia nada confortável em “vender por vender”. Eu não conseguia aceitar que ao usar certas técnicas eu pudesse influenciar alguém a comprar meu produto ou serviço sem precisar e muitas vezes sem nem poder pagar. Eu não queria seguir essas regras. Os “tens que” do processo de criação desse marketing além de não conversar com os meus valores, não cabiam na minha agenda.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

A história do CliftonStrengths se originou com uma pergunta e pode continuar com outra

Os melhores coaches inspiram as pessoas com suas perguntas. E assim fez Dr. Donald O. Clifton que com um questionamento simples - mas poderoso - deu início ao movimento global de Pontos Fortes que hoje impacta tantas vidas. "O que poderia acontecer se estudássemos o que está certo com as pessoas?" Ele a formulou depois que percebeu que toda a literatura de psicologia disponível na... leia mais

12 minutos

ICF Portugal: um Caso de Boas Práticas

Escrevemos este artigo com o objetivo que partilharmos a nossa experiência de criar um modelo de gestão e comunicação de uma associação de coaching, a ICF Portugal, criado para concretizar uma visão estratégica clara, baseada em princípios da inteligência coletiva e da nossa convicção de que era possível inspirar e envolver a comunidade de membros, convidando-os a ter uma... leia mais

10 minutos

Vulnerabilidade como o Prelúdio de Prática Corajosa, Criativa e Compassiva

“Não há acesso imediato à bondade sem consciência” Sharon Salzburg (1) A palavra "vulnerabilidade" vem da palavra latina "ferir". Qualquer vida humana contém tanto suas alegrias quanto suas tristezas, porque somos humanos. Abraçar nossas próprias vulnerabilidades - e trabalhar com as de nossos clientes - é um convite para, gentilmente, criarmos laços e trabalharmos com pontos... leia mais

12 minutos

Psicologia, Espiritualidade e Coaching

Na década de 50 Abraham Harold Maslow, psicólogo norte americano afirmou: “Precisamos de uma psicologia positiva, que estude a dimensão saudável do indivíduo”. Acrescentava que era inerente ao ser humano vivenciar experiências culminantes e que essas eram positivas, transformadoras; traziam à tona estados de êxtase, alegria, cura, promoviam valores construtivos, contribuindo para... leia mais

13 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium