revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #68 - Janeiro 2019

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial

Caros leitores,

lidar com os problemas e os desafios da vida é algo com que estamos acostumados, fazemos isso quase todos os dias. Entretanto, é interessante notar a forma como fazemos, pois esta denota um modelo mental muito forte em nossa sociedade: focar no que está errado, explorar os erros para corrigi-los. Ok, existe uma lógica nesta abordagem, e ela apresenta, sim, resultados muito positivos mas, conhecendo melhor o ser humano e o cérebro humano, vem uma constatação muito interessante: focar no negativo deprime nosso cérebro.

O que trazemos para esta edição é uma metodologia que me encantou há muitos anos, pois fez total sentido com a forma como me sentia e via as pessoas frente aos problemas. A Investigação Apreciativa (IA), sistematizada por David Cooperrider e Suresh Srivastva, coloca o foco no que funcionou, no que deu certo, buscando acessar a memória dos nossos sucessos. Com quatro passos muito simples que são Descoberta, Sonho, Planejamento e Realização, todo o foco está no maravilhoso que queremos construir, apoiando-nos nas nossas melhores competências e saberes que nos conduziram a vários êxitos. Não se trata de ignorar o ruim, ou o que não funcionou, em absoluto, mas colocar o foco no positivo faz toda a diferença.

As correlações com o Coaching são absolutamente diretas e, quando levamos as pessoas para estados mais positivos, as ideias fluem, o sorriso vem ao rosto, e tudo fica melhor.

Fátima Lisboa Nascimento é a pessoa perfeita para coordenar este dossiê, visto sua paixão e intimidade com o tema. Ela reuniu um time muito especial para compor o dossiê que estou certo que você vai adorar.

Esta edição está recheada, especialmente para sua leitura de férias. Temos nove colunas, além do dossiê, abordando de um papo rápido, passando por aspectos técnicos de várias modalidades de Coaching até reflexões profundas sobre como podemos fazer as coisas de uma forma muito mais conectada e humana.

Tenha uma excelente leitura.

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 16/01/2019
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 80

Caros leitores, Esta edição de janeiro traz uma pequena mostra do que foi o “CONVERGE 2019”, evento promovido pela ICF e desta vez realizado em Praga entre 23 e 26 de outubro de 2019. Uma delegação brasileira composta por 17 membros da ICF Brasil esteve presente ao evento, sendo que Ana Pliopas, que muito já contribuiu em nossas páginas, apresentou um trabalho no evento. ... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 79

Caros leitores, Ahhh o Universo Sistêmico. Quem diria que iria chegar no mundo organizacional. Se chegou é sinal que foi validado por resultados. O mundo organizacional não é fã de aventuras ou ligado em excentricidades, ou teorias ou metodologias que não se possa pegar, apalpar, cheirar e obter dados para colocar na planilha. Convidei Claudia Miranda Gonçalves para a... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 78

Caros leitores, Conflitos, ahhh os conflitos. São tantos, de tantas cores, nuances, tamanhos e intensidades. Como despertam emoções, como por vezes nos tiram do eixo, turvam a visão, a racionalidade, bloqueiam a audição, intensificam posições, cristalizam crenças. Aprender a lidar com eles é a disciplina de uma vida. Pelo menos para mim foi e é assim. Comecei neste caminho há... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 77

Caros leitores, LIBERTADOR....... esta foi minha sensação pessoal ao conhecer o Slow Marketing. Trabalhando com consultoria há 20 anos e com a Revista Coaching Brasil há 6 anos, conheço muito bem os desafios de trabalhar a exposição de um produto ou serviço, e os conflitos éticos que nos assolam quando somos instados a implantar as fórmulas mágicas do Marketing Digital, que... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 76

Caros leitores, A cada edição avançamos em descobrir pessoas, metodologias e abordagens encantadoras, instigantes, simples e muito funcionais para complementar nossa atuação como coaches ou mentores. É sempre bom lembrar, que não cabe a nenhuma das metodologias aqui apresentadas, o simples uso utilitarista como técnica ou ferramenta, mas cada uma delas passa por um “ecoar na... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium