revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #62 - Julho 2018

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Um outro olhar

Maria nossa coach, trouxe o seguinte caso:
Fui chamada para participar de um processo de coaching numa multinacional e o briefing recebido foi que o executivo para o qual eu prestaria os serviços de coaching é um executivo de muito sucesso, acostumado a liderar, dar ordens de forma autocrática, reconhecido como executivo de ponta, high performer e que acima de tudo, gosta de ação, sendo também conhecido pela sua tendência  de ver e usar o capital humano instrumentalmente, com uma grande necessidade de busca da realização e do poder. Como dado adicional, fui informada que há muito ele vem considerando trabalhar com um coach. E é chegado o momento.

Durante a 1ª. sessão, Zeus - o cliente -, comentou com Maria que estava procurando um processo de coaching por 5 motivos: (1) ele tem pela frente um de seus maiores desafios profissionais: uma operação de fusão de empresas, na qual terá que combinar operações da Coréia do Sul (com expatriados europeus) e uma operação americana; (2) sua autoimagem está fortemente ligada à sua história de sucesso, e seu desejo é que essa fusão seja um ícone, já que a considera como mais uma chance de demonstrar sua capacidade de realização enquanto se prepara para se aposentar; (3) ele reconhece que essa aquisição é mais difícil que as que ele já fez, portanto, ele espera encontrar um(a) coach que seja um(a) consultor(a) para ele e que tenha conhecimento específico de gerenciamento de aquisições bem sucedidas; (4)  o objetivo declarado é deixar a empresa enquanto esteja "por cima", que representa um tema mais importante - ele quer deixar uma empresa bem administrada e lucrativa como seu legado pessoal;  (5) ele sabe que quer se aposentar dentro de 10 anos, então, no fundo, ele gostaria que alguém falasse com ele sobre aposentadoria. A um certo nível, ele percebe que toda a sua vida adulta tem sido sobre sucesso na carreira, escalada e construção - e embora isso não tenha sido um foco anteriormente, com o(a) coach certo(a), ele vai querer falar sobre o que vem a seguir.

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Um outro olhar - Ed. 103

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: assisti uma palestra no Converge21 que me deixou confusa. A palestra What's Your Type? The Past, Present, and Future of Personality Testing (Qual seu tipo? Passado, presente e futuro dos testes de personalidade) de Merve Emre critica o MBTI, instrumento que tenho usado há anos. Afinal, esse tipo de instrumento deve ser usados em processos de coaching... leia mais

5 minutos

Um outro olhar - Ed. 102

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: iniciei um processo de coaching com um executivo de uma empresa do setor financeiro. Estou surpreso com a falta de repertório sobre sentimentos do meu cliente: ele é muito introvertido e consegue basicamente distinguir dois estados: triste ou feliz. Quando pergunto o que ele sente ou sentiu frente a qualquer situação, ele faz descrições racionais... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 101

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: estou conduzindo coaching com um jovem CEO que admiro muito. Ele é humano, tem visão e promoveu transformações importantes na organização onde trabalha, levando-a a um patamar muito melhor em três anos na posição. Tenho notado, entretanto que alguns de seus posicionamentos podem ser considerados machistas: ele considera mais as sugestões... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 100

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: estou conduzindo coaching de grupo junto a supervisores de uma empresa de varejo de grande porte. O objetivo do coaching é eles se apropriarem de seu papel como gestores de pessoas. Os encontros são presenciais e estamos na quarta sessão de uma série de 10. Os supervisores se conhecem, mas não trabalham juntos já que cada um está em um... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 99

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: tenho um coachee que não para de falar! Ele trabalha em uma empresa de varejo e foi promovido a gerente o ano passado. O objetivo do processo de coaching é ele se apropriar dessa nova posição, ou seja, liderar sua equipe de noventa pessoas, ser mais estratégico e menos mão na massa. Percebo que ele está super ansioso, e outro dia falou tanto que... leia mais

6 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium