revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #47 - Abril 2017

Localize rapidamente o conteúdo desejado

As várias personas na inovação

Inovação é verbo de ação. Apenas quando se age é que realmente se inova. E se estamos num mundo conectado, estamos falando de uma rede de inovação, pessoas criando valor, transformando e construindo um mundo melhor.

Que personas precisamos quando estamos co-criando? O livro “As 10 faces da Inovação” de Tom Kelley, apresenta um rico arsenal de papéis, máscaras, personas. São elas:

1.    O ANTROPÓLOGO traz observações e insights importantes, pois deixa de lado suas verdades, certezas e “o que sabe”, para olhar além das tradições. Ele aposta nos seus instintos, sua intuição e investe em hipóteses. Tem o senso de ver algo pela primeira vez, mesmo que já tenha observado antes. Em suma, é o curioso que busca pistas onde não é “normal” encontrar.

2.    O EXPERIMENTADOR testa novas ideias, aprendendo na tentativa e erro. Assume riscos, tem paixão pelo trabalho, curiosidade mental e abertura para testar. Transforma as ideias em algo tangível. Recusa-se a ficar somente no plano das ideias, gosta de transformar conceitos em palavras, protótipos e modelos.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Reaprender a conviver

Estes últimos dois anos têm mostrado facetas das pessoas que desconhecíamos. A revolta com tantos escândalos de corrupção, levaram a una polarização política que eu não havia ainda experimentado. Entre esquerda e direita, só se ouve falar em extrema esquerda e extrema direita, onde poucos, muito poucos tem a compreensão do significado destes conceitos. O modelo mental mais... leia mais

3 minutos

Simca Chambord

Este era o carro da moda no ano em que nasci. Interessante pensar como os carros, com o passar de muitos anos, podem ser chamados de velhos ou antigos, dependendo do estado de conservação. Assim também somos. O que nos define a cada momento da jornada não é necessariamente o tempo de uso, de estrada, mas o estado de conservação. Em nossa sociedade, fascinada pela estética e aparência... leia mais

3 minutos

O que você controla?

Esta edição sobre “vulnerabilidade” nos convida a refletir sobre o que efetivamente está sob nosso controle. O que nos escapa, o que não temos poder ou ascendência sobre, nos deixa na condição de passageiro. Esta metáfora me é muito cara pois, resumidamente, estes são os dois papéis que podemos desempenhar na vida. Como é uma metáfora, considere que todas as funções e tarefas... leia mais

4 minutos

Conversa de WhatsApp

Entre os mais jovens, geração Z e Millennials, conversar através de mensagens de texto é algo tão corriqueiro como um telefonema para a geração X ou os Baby Boomers. Eles contam coisas, trocam ideias, marcam encontros, contam histórias, fazem fofocas, e o mais interessante, fazem DR por texto. A confusão é inevitável, pelo menos na visão dos mais velhos. Quando conversamos, olho no... leia mais

4 minutos

Empatia para a nova década

Para iniciar o papo rápido de hoje, eu quero dividir com você um pouco da minha história e como ela relaciona-se com o conceito de empatia. Na origem da minha família tem italiano, nordestino, inglês e curitibano e morei em três Estados brasileiros: Paraná, Espírito Santo e Pernambuco. Tenho uma filha curitibana, uma capixaba e um baiano. Apesar de qualquer diferença cultural existente... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium