revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #31 - Dezembro 2015

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 31

Caro leitor,

Não há palavra mais na moda do que “Ética”.

Em um mundo onde os valores utilizados para balizar decisões sejam mais os que afetam o bolso do que a consciência, cabe trazer esta discussão à tona.

Na efervescência dos escândalos de corrupção que assolam nosso país, cabe lembrar uma citação muito simples, mas longe de ser simplista, do filósofo alemão Immanuel Kant:

Tudo o que não puder contar como fez, não faça.

Para esta edição, preparamos uma discussão muito interessante sobre a Ética no Coaching. No nosso caso, no Coaching, também podemos entender a ética como a arte do bem viver coletivo. Sendo um processo estritamente relacional, envolvendo vários atores, é preciso assegurar que todos estejam bem, acolhidos, de acordo e protegidos, antes, durante e após o término do mesmo.

Quais os parâmetros, as guias, as balizas a serem utilizadas? Dependendo, a ética de fatores temporais e culturais, esta deve ser adaptada a cada contexto, regional, cultural e temporal.

Sendo a confiança um dos ativos mais valorizados na parceria que caracteriza o coaching, esta deve ser protegida de várias formas. Quando as regras são claras, os acordos bem formulados e existe uma reflexão crítica sobre aspectos polêmicos, analisados sob a ótica do respeito e do bem estar coletivo, então estamos atuando dentro de padrões éticos que dão sustentabilidade ao nosso fazer e, legitimidade aos resultados obtidos. Rosa Krausz, Nires Cristina Strachicini e Marco Fabossi construíram este dossiê.

Falaremos também sobre as expectativas ocultas de um diretor que contrata um processo de coaching para um de seus subordinados envolvendo crenças religiosas. Maria Angélica Carneiro amplia a visão de nossa coach Maria sobre como lidar com uma “saia justa” destas.

Confira também mais artigos primorosos que abrilhantam esta edição.

Tenha uma excelente leitura,

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 19/07/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 80

Caros leitores, Esta edição de janeiro traz uma pequena mostra do que foi o “CONVERGE 2019”, evento promovido pela ICF e desta vez realizado em Praga entre 23 e 26 de outubro de 2019. Uma delegação brasileira composta por 17 membros da ICF Brasil esteve presente ao evento, sendo que Ana Pliopas, que muito já contribuiu em nossas páginas, apresentou um trabalho no evento. ... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 79

Caros leitores, Ahhh o Universo Sistêmico. Quem diria que iria chegar no mundo organizacional. Se chegou é sinal que foi validado por resultados. O mundo organizacional não é fã de aventuras ou ligado em excentricidades, ou teorias ou metodologias que não se possa pegar, apalpar, cheirar e obter dados para colocar na planilha. Convidei Claudia Miranda Gonçalves para a... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 78

Caros leitores, Conflitos, ahhh os conflitos. São tantos, de tantas cores, nuances, tamanhos e intensidades. Como despertam emoções, como por vezes nos tiram do eixo, turvam a visão, a racionalidade, bloqueiam a audição, intensificam posições, cristalizam crenças. Aprender a lidar com eles é a disciplina de uma vida. Pelo menos para mim foi e é assim. Comecei neste caminho há... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 77

Caros leitores, LIBERTADOR....... esta foi minha sensação pessoal ao conhecer o Slow Marketing. Trabalhando com consultoria há 20 anos e com a Revista Coaching Brasil há 6 anos, conheço muito bem os desafios de trabalhar a exposição de um produto ou serviço, e os conflitos éticos que nos assolam quando somos instados a implantar as fórmulas mágicas do Marketing Digital, que... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 76

Caros leitores, A cada edição avançamos em descobrir pessoas, metodologias e abordagens encantadoras, instigantes, simples e muito funcionais para complementar nossa atuação como coaches ou mentores. É sempre bom lembrar, que não cabe a nenhuma das metodologias aqui apresentadas, o simples uso utilitarista como técnica ou ferramenta, mas cada uma delas passa por um “ecoar na... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium