revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #30 - Novembro 2015

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Depois...

No dicionário, a palavra “depois” significa: posteriormente, do lado de trás, em seguida, depois de, seguidamente a; atrás de.

O “depois” realmente existe? Você já parou para pensar no real significado dessa palavra, em sua vida? Quais sentimentos lhe são proporcionados ao pronunciá-la? Como somos influenciados por uma palavrinha tão pequena e poderosa...

É imensurável o poder que há nas palavras, estas que são reflexos dos nossos pensamentos, crenças e valores. Infelizmente, em muitas situações são motivo para discórdia e brigas desnecessárias, pois nos esquecemos de que a palavra não é independente. Ela está sempre acompanhada de um gesto, de expressão facial e tom de voz. Uma simples palavra pode causar diversos sentimentos.

Neste artigo, vamos conversar um pouco mais sobre uma palavra específica: depois. Já parou para pensar quantas vezes a pronuncia por dia, seja para você mesmo ou para outras pessoas? A correria do nosso dia a dia, nos deixa tão atarefados que, em muitos momentos, não nos damos conta da quantidade de vezes em que pronunciamos, mental ou verbalmente, a palavra “depois”. Passa até a ser um hábito.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Competência em lidar com conflitos - Gerenciamento de conflitos – uma competência essencial para líderes

INTRODUÇÃO Conflitos são inevitáveis. Decorrem de as pessoas perceberem fatos e situações de forma distinta, por força das diferenças entre seus objetivos, interesses, perspectivas, valores e sentimentos. Mas, ao mesmo tempo que essas diferenças são fontes de conflito, são também fontes de criação, uma vez que os desacordos causados pela diversidade de visão podem abrir espaço... leia mais

13 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 6

1971=>2021 – O que mudou? Parte 4 - Perspectiva dos consumidores/da sociedade Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. No terceiro, quarto e quinto artigos analisamos o que mudou nestes 50 anos na... leia mais

16 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 5

1971=>2021 – O que mudou? Parte 3 - Perspectiva dos liderados. Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. No terceiro e quarto artigos analisamos o que mudou nestes 50 anos na perspectiva das empresas... leia mais

16 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 4

1971=>2021 – O que mudou? Parte 2- Perspectiva das lideranças. Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. No terceiro artigo começamos analisando o que mudou nestes 50 anos na perspectiva das... leia mais

16 minutos

Luzes, câmera, ação! – parte 3

1971=>2021 – O que mudou? Parte 1- Perspectiva das empresas. Nos dois primeiros artigos, nós saímos do “De manhã ela faz tudo sempre igual” do Chico Buarque para o “Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu há um segundo, tudo muda o tempo todo no mundo” do Lulu Santos. E como dissemos ao final do segundo capítulo, vamos agora analisar o que mudou nestes 50 anos. ... leia mais

14 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium