revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #28 - Setembro 2015

Localize rapidamente o conteúdo desejado

A autorresponsabilidade como fio condutor

Ela sentou na minha frente e co­meçou a desabafar. Estava agi­tada, falava rápido, descrevia os últimos dez anos de sua vida em detalhes e mal conseguia respirar entre uma história e outra. Na tela que se formava estavam relacio­namentos familiares corrompidos, histórias de amor recheadas de traições e mal-entendidos, um em­preendimento falido e a indecisão sobre o futuro profissional. Ela pa­recia reunir todos os dilemas de uma só vez. Depois de quase uma hora ouvindo, eu a interrompi e perguntei: “- Por que coaching?”. E ela respondeu: “- Porque preciso de um novo rumo”.

A proposta dela era iniciar um processo de Coaching de Carrei­ra. Aparentemente, o incômodo maior estava no fato de que ela não suportava ir todos os dias para um trabalho do qual não gostava e que servia apenas como forma de sustento, após o fechamento da própria empresa. Mas a narrativa me fez perceber que aquela “Roda da Vida” não tinha somen­te um ponto ou dois de in­satisfação, e sim uma série de questões entrelaçadas, além da total ausência do “eu”. “Meu pai fez isso”, “minha mãe fez aquilo”, “meu namorado foi infiel”, “meus amigos não são bons como eu imaginava”, “a eco­nomia não estava favorável” e todos os comentários que seguiram mostraram que, naquele universo, a auto ­responsabilidade era desco­nhecida ou totalmente igno­rada. Por mais que ela não gostasse do termo, era claro que aquele era um processo de Coaching de Vida.

“- Eu gostaria de sugerir uma tarefa simples antes de ini­ciarmos seu processo”, dis­se a ela. “- Gostaria que você fizesse uma lista com todas as escolhas, decisões, pen­samentos, sentimentos e atitudes que a fizeram che­gar até este ponto da sua vida”, completei. Ela me olhou com estranheza e dis­se que não havia entendido. Eu expliquei: “- A sua vida e os seus resultados são re­flexos das escolhas que fez até hoje, então eu quero que você liste tudo o que você escolheu nos últimos dez anos e que a fizeram chegar nessa situação”. Ela entendeu o recado e assim nosso trabalho começou.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

O tempo é agora: dê o passo em direção à sua felicidade

O ano era 2015 e eu estava a pleno vapor me dividindo entre 3 atividades profissionais, uma nova graduação, além da jornada de mãe de 3 filhas e dona de casa solo. Me sentia energizada, num ritmo frenético que fazia sentir-me viva e super bem. A enxaqueca me pegava sempre, mas isso era herança genética, nada que uma alta dose de analgésicos não resolvesse. Havia também uma certa... leia mais

9 minutos

Diversidade cultural: o que nos torna verdadeiramente ricos

Neste mundo globalizado, ser diferente é o que nos torna únicos, mas também semelhantes. E quando falamos de diferenças estamos praticamente falando de diferenças culturais. Mas o que exatamente é cultura? E a que nos referimos com o termo "diversidade cultural"? Nós italianos, também, pelas mesmas razões, vivemos em um país extremamente heterogêneo: no Norte, no Centro e no Sul... leia mais

10 minutos

Liderança e Segurança Psicológica – uma jornada com final feliz!

Foi num domingo de manhã que acessei o LinkedIn e surgiu aquele post convidando à formação da primeira turma em Segurança Psicológica de Times. Mais um pouco e me convidou a clicar em “saiba mais”. Pois é, hoje estou aqui irremediavelmente apaixonada pelo tema, escrevendo para vocês. Quando me aproximei de fato do conceito, vi que tudo aquilo que sempre imaginei como liderança tinha... leia mais

12 minutos

Escuta, amor em prática!

“Quando eu falo de amor, não estou falando de uma reação sentimental  e fraca. Estou falando daquela força que todas as grandes religiões veem como supremo princípio unificador da vida. O amor, de alguma forma, é a chave que abre a porta que leva à última realidade. Essa crença hindu-muçulmana-cristã-judaico-budista é lindamente resumida em amemos- uns aos outros” Martin... leia mais

11 minutos

Aproveitar o poder do instinto e do eu espiritual no trabalho

(Work – Harness the power of instinct & human spirit at work) Este artigo está baseado na palestra proferida durante o Converge21 pelas coaches Flame Schoeder, MCC e Donna King, ACC. Uma reflexão Quando fui convidado por Cândida Semensato, presidente da ICF Brasil Chapter, para escrever um artigo para esta importante Revista Coaching Brasil, eu não fazia ideia de qual tema... leia mais

13 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium