revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #103 - Dezembro 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Prosperando com os momentos de “Eu não sei”

(Work – Thriving in the state of ‘I don’t know-ness’)


Os autores Geoff Hinsley e Kathleen Curran vem pesquisando descobertas sobre os momentos do “Eu não sei” (IDKN - I don’t know-ness), que todos nós nos encontramos de tempos em tempos. E propõe olhar IDKN como um processo e também uma ferramenta que nos ajuda a converter reações típicas, em respostas mais produtivas, para os instantes que se seguem à percepção de “eu não sei”.

Um grande aprendizado da humanidade com o cenário do COVID-19 foi a consciência de lidar cada vez mais com situações de incerteza. Podemos resistir, minimizar, ser otimista, realista e enfrentar, mas a verdade que cada vez mais, o enfrentamento de incertezas se torna o novo normal. E lidar melhor com a incerteza e a possibilidade de não saber, vai definir os seus resultados.

Nesse artigo, compartilho com o leitor o que aprendi com a palestra ocorrida no CONVERGE 2021, evento de realização da ICF – International Coaching Federation.

Para adentrarmos nesse tópico, começo te convidando a uma reflexão sobre seus momentos de “Eu não sei”.

Sabe aqueles momentos que está numa reunião e no meio da fala, perdeu a linha de raciocínio? E quando todos voltam a atenção para você e espera que fale sobre um assunto e você não consegue dar sentido à fala? Ou quando comunicam que foi designado para um projeto na qual não tem ideia de como vai dar conta?

Num instante, sentimos um turbilhão de emoções e muitos pensamentos passam nas nossas mentes: o que as pessoas devem estar achando de mim agora, porque não me preparei melhor, e se eu não for tão bom quanto acho...

E se em vez de tentarmos expulsar a sensação incômoda de eu não sei, aproveitássemos esse instante para explorar as possibilidades do novo?

O processo do “Momento Eu Não Sei (IDKN)”

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

A segurança psicológica como um habilitador essencial para a inovação

Em 2017, depois de três anos atuando como diretora de Gente da Alelo, fui convidada para um novo desafio: acumular nossa área de Inovação. Um novo núcleo recém-criado com a missão de trazer a experimentação e a reinvenção para a empresa, criando conexões, acelerando ideias, antecipando tendências, testando protótipos com clientes e errando rápido para acertar e desenvolver com... leia mais

10 minutos

Foco, força, fé e mova-se para o seu propósito em 2022

E nos despedimos de 2021 mergulhados em constantes mudanças, com jornais repletos de notícias vis, atentados à nossa república, o que apenas potencializou a sensação de que estamos repletos de incertezas, o que fazem as pessoas estarem mais ansiosas a fim de atenderem as demandas em um mundo cada vez mais volátil. E em 2022 teremos eleições e decidiremos nas urnas os nossos próximos... leia mais

13 minutos

Sabedoria Coletiva faz a Diferença

Estamos aqui para nos aconselharmos mutuamente. Devemos construir pontes espirituais e científicas ligando as nações do mundo. Albert Einstein Há milênios que a sabedoria humana, presente em todas as culturas, filosofias e tradições espirituais, afirmam que o autoconhecimento é decisivo para o processo evolutivo, apesar disso ainda há milhões de pessoas que caminham perdidas,... leia mais

15 minutos

Burnout nas Organizações

As mudanças sociais, tecnológicas e econômicas têm impactado substancialmente no estilo de vida das pessoas, individual e coletivamente, imprimindo novos rumos e sentidos ao trabalho. A velocidade imposta para a realização  dessas mudanças  tem contribuído para uma maior exposição aos eventos estressantes, impostos pela tal “modernidade”. O ambiente organizacional é um... leia mais

9 minutos

Diversidade na Comunicação

Começo este texto com uma máxima para mim: só terá uma comunicação autêntica quem conviver com pessoas diversas. Eu trabalhei por três anos em uma escola de filosofia ética e dinâmicas da convivência e aproveitei para fazer todas as formações possíveis, conheci de Maffesoli a Matthieu Ricard, pratiquei ioga, conheci as práticas chinesas, filosofia indiana CNV, Práticas... leia mais

6 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium