revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #97 - Junho 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Um outro olhar - Ed. 97

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso:

Tenho bastante experiência como coach e já conquistei a certificação PCC pela ICF. Trago essa informação porque fiquei bastante surpresa comigo mesma na última sessão com uma cliente de coaching executivo de quem gosto muito. A sessão de coaching propriamente dita estava praticamente encerrada: a cliente havia traçado seu plano de ação e eu tinha fechado o caderno no qual faço apontamentos. Ela então lembrou mais uma vez sua paixão por viagens e eu, inexplicavelmente fiquei com os olhos cheios de lágrimas. Eu não esperava por essa minha própria reação e fiquei constrangida demais. A cliente percebeu, mas mudei de assunto, encerrei a conversa e fui embora. Fiquei aqui matutando: como pude ter um comportamento tão júnior?

Maria, a primeira coisa que chama atenção em seu depoimento é o julgamento que você faz de si mesma, afirmando que teve um comportamento júnior. Nessa breve reflexão convido você a perceber a emoção que sentiu por outros dois ângulos, elaborando sobre possíveis significados de suas lágrimas. Além disso, trago a perspectiva de Pamela McLean (2019) sobre empatia em coaching, para terminar com a sugestão para seu próprio acolhimento.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Um outro olhar - Ed. 98

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: estou conduzindo diferentes processos de coaching na mesma organização. São processos de 6 sessões cada, com foco em uma competência específica que a empresa quer desenvolver entre os líderes, em um movimento de mudança de cultura organizacional. Tenho que manter o ritmo das sessões para dar conta de endereçar o que foi combinado com a... leia mais

7 minutos

Um outro olhar - Ed. 96

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: “Passei do ponto!  Dei uma opinião, algo que não deveria ter feito. Trabalho com uma organização há anos e já realizei coaching com diferentes líderes da empresa. Sempre busquei manter uma postura isenta e nunca, jamais, compartilhei conteúdo de um processo de coaching com outros clientes. Entretanto, há um gestor nessa empresa, vamos... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 95

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: acho que meu cliente está confundindo coaching com terapia. Explico: ele é um jovem de 30 e poucos anos, que faz terapia há anos e tem muito autoconhecimento. Buscou coaching para entender qual seu próximo passo de carreira, já que fez duas mudanças significativas de emprego e ainda assim não se sente satisfeito. Estamos na quarta sessão e os... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 94

Nosso coach João nos traz o seguinte caso: fiz minha formação de coach profissional em uma escola bastante sólida e há mais de 5 anos conduzo processos de coaching executivo. Antes de atuar como coach trabalhei na área de Recursos Humanos e cheguei ao cargo de gerente. Quando começo e encerro o processo de coaching executivo faço uma reunião com o gestor do coachee e o RH da empresa. O... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 93

Nossa coach Maria nos traz o seguinte caso: Estou super desanimada com a má reputação dos coaches. Fiquei indignada com a reportagem de uma grande emissora de televisou veiculada recentemente, que na minha opinião, retratou coaches como oportunistas e aproveitadores. Muitas pessoas comentaram nas redes sociais que acreditam que coaches são embusteiros. Tenho me dedicado há anos ao coaching... leia mais

5 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium