revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #66 - Novembro 2018

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 66

Vou começar contando a história desta edição - nada mais inserido no contexto. O tema nasceu de uma conversa com o amigo Robson Santarém. Na ocasião, ele manifestou que seria oportuno uma edição que abordasse “o poder da história” sobre o ser humano. Em toda nossa formação, a “contação de história” tem um papel fundamental na absorção de conteúdos como conceitos, valores e sobre a construção de nossas crenças. A escala de inferência entra em funcionamento quando escutamos inúmeras histórias e vamos construindo, adicionando significados aos dados, criando pressupostos, esperando a próxima parte da história para confirmar os pressupostos, tirando conclusões e adotando crenças.

Ao trazer o “EU” para um processo de Coaching, a pessoa traz, na verdade, uma grande caixa cheia de histórias, que ganharam significado e passaram a compor quem ela é, ou quem entende ser hoje. Compreender o enredo, as interligações, os personagens, os desdobramentos ajuda a compreender, ordenar e algumas vezes ressignificar o que passou, e a projetar os próximos capítulos, colocando-se como protagonista, autor e diretor de sua própria vida.

Nada mais lógico e oportuno do que convidar o próprio Robson para coordenar este dossiê. Ele, autor de vários livros, encontrou na contação de histórias, ou “Storytelling”, uma forma de embalar seu conteúdo em emoção, como diz James McSill e, desta forma, tornar mais palatáveis conceitos antes chatos e cansativos.

Cada artigo desta edição nos ajuda a conhecer e reconectar com o poder das histórias, e de que forma damos sentido a elas. Duas pessoas assistindo a uma mesma cena podem contar duas histórias bem diferentes. Robson foi extremamente feliz com a escolha de autores e conseguiu compor um dossiê, onde um rico mosaico de ideias e conceitos ampliará a visão dos coaches acerca da importância de ser parceiro do coachee no processo de ler, desvendar e construir a própria história.

Boa leitura.

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 12/11/2018
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 80

Caros leitores, Esta edição de janeiro traz uma pequena mostra do que foi o “CONVERGE 2019”, evento promovido pela ICF e desta vez realizado em Praga entre 23 e 26 de outubro de 2019. Uma delegação brasileira composta por 17 membros da ICF Brasil esteve presente ao evento, sendo que Ana Pliopas, que muito já contribuiu em nossas páginas, apresentou um trabalho no evento. ... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 79

Caros leitores, Ahhh o Universo Sistêmico. Quem diria que iria chegar no mundo organizacional. Se chegou é sinal que foi validado por resultados. O mundo organizacional não é fã de aventuras ou ligado em excentricidades, ou teorias ou metodologias que não se possa pegar, apalpar, cheirar e obter dados para colocar na planilha. Convidei Claudia Miranda Gonçalves para a... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 78

Caros leitores, Conflitos, ahhh os conflitos. São tantos, de tantas cores, nuances, tamanhos e intensidades. Como despertam emoções, como por vezes nos tiram do eixo, turvam a visão, a racionalidade, bloqueiam a audição, intensificam posições, cristalizam crenças. Aprender a lidar com eles é a disciplina de uma vida. Pelo menos para mim foi e é assim. Comecei neste caminho há... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 77

Caros leitores, LIBERTADOR....... esta foi minha sensação pessoal ao conhecer o Slow Marketing. Trabalhando com consultoria há 20 anos e com a Revista Coaching Brasil há 6 anos, conheço muito bem os desafios de trabalhar a exposição de um produto ou serviço, e os conflitos éticos que nos assolam quando somos instados a implantar as fórmulas mágicas do Marketing Digital, que... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 76

Caros leitores, A cada edição avançamos em descobrir pessoas, metodologias e abordagens encantadoras, instigantes, simples e muito funcionais para complementar nossa atuação como coaches ou mentores. É sempre bom lembrar, que não cabe a nenhuma das metodologias aqui apresentadas, o simples uso utilitarista como técnica ou ferramenta, mas cada uma delas passa por um “ecoar na... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium