revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #42 - Novembro 2016

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 42

Caro leitor,

falar sobre conflitos quando o tema é o ser humano, parece chover no mais molhado dos molhados. Temos a impressão de que nossas vidas estão imersas em conflitos de todos os tipos, categorias, cores e tamanhos.

Nossos conflitos vêm de nossa capacidade de poder optar. Temos a capacidade de olhar o ambiente, monitorar nosso estado interno, conectar com emoções, projetar cenários, envolver outras pessoas, fazer suposições, reduzir as opções para um número adequado e finalmente escolher uma. Entretanto, quando escolhemos aquela que nos parece a melhor, que atende nossos desejos da maneira mais completa, estamos abrindo mão de todas as outras opções. Talvez seja esta a maior das angústias humanas: poder viver apenas uma opção de cada vez. A amante, ou o amante, nada mais são do que a tentativa de viver duas possibilidades simultaneamente. Tornam-se dois mundos incompletos, e nenhum deles pode conter todas as coisas boas.

Qual a vida que vale a pena ser vivida? E de que forma?

Quando nos relacionamos com o outro, diferente de mim, vêm à tona as ideias divergentes, os pontos de vista diferentes, e por vezes não conseguimos coordenar tantas diferenças. Tudo é uma questão de bom senso, já sabemos. E bom senso é a capacidade que outros precisam ter de ver o mundo como eu vejo. Bem simples.

Como lidar com os conflitos? Muitas são as abordagens, e alguns pontos em comum destacam-se com frequência: “aprender a ouvir”, “não julgar”, “aprender a dialogar”, “aprender a silenciar”, “aprender a ouvir o coração”, “aprender a se desculpar”. Rever nossas intenções ao encontrar com o outro talvez seja um dos principais pontos. Quero ganhar dele ou compor com ele?

Esta edição que aborda a riqueza da dinâmica dos conflitos, organizada de forma primorosa por Joincy Luz, nos traz boas reflexões quanto à forma como vemos e entendemos os conflitos. Que assim possamos expandir nosso olhar e ajudar outros a fazer o mesmo.

Tenha uma excelente leitura.

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 18/09/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 86

Caros leitores, que tema mais pertinente para o momento que vivemos. Vulnerável!!! O que significa isto? Segundo a etimologia, vulnerável vem do Latim VULNERABILIS, “o que pode ser ferido ou atacado”, de VULNERARE, “ferir”, de VULNUS, “ferida, lesão”, possivelmente de VELLERE, “rasgar, romper”. Assim, estar vulnerável é estar em uma posição desconfortável pois nos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 85

Caros leitores, este ano de 2020, não começou de forma tranquila como todos os outros. Entenda aqui este “tranquila” como aquela “normalidade” que nos permite fazer planos “normais”, como emagrecer, fazer exercícios, aprender inglês, etc. Agitações intensas na política, mudanças de rumo na economia, a escalada de uma intolerância e agressividade sem precedentes na sociedade,... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 84

Caros leitores, ahhhhh, a tal Felicidade. Tão cantada em versos e prosas e que cada vez mais ouvimos falar dela. Talvez as pessoas estejam buscando uma felicidade mais autêntica, legítima, e não apenas compensações momentâneas obtida em prazeres fugazes. Sim, muitos dos prazeres que temos na vida são reais e legítimos e precisamos atentar para não os transformar em elementos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 83

Caros leitores, este tema chega em um momento muito especial, não somente para nós, coaches, mas para a própria humanidade que vive um divisor de águas em sua história. Há muitos anos que pesquiso a questão dos “valores” como um ponto fundamental da estruturação de uma cultura. Com o aprofundamento da pesquisa sobre o autodesenvolvimento, os valores se mostraram ainda mais... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 82

Caros leitores, Nesta edição trazemos um tema que também pelo qual também tenho grande admiração: Biografia. Já dizia o poeta que somos feitos de histórias, mas normalmente não temos a ideia do quanto. Cada da que vivemos é uma página desta história. Cada fato que nos acontece é um misto de nossas escolhas cruzando com o rio da vida. Cada fato marcante deixa marcas com os... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium