revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #21 - Fevereiro 2015

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Quando a RESISTÊNCIA é sua amiga

A mudança desejada pelo cliente de coaching não acontece facil­mente porque somos humanos e é parte de nossa condição hu­mana termos bloqueios e resis­tirmos a mudanças. O dicionário Houaiss (2015) define bloqueio como “interrupção de movimen­to, deslocamento, circulação, de­senvolvimento, funcionamento etc. (de algo), esp. por ação ou in­fluência de algum fator externo.”

No contexto de um processo de coaching executivo, por exem­plo, o cliente entende que sua maneira de ser assertiva e abra­siva levou à percepção geral de que não é um bom líder, o que pode prejudicar sua ascensão a posições de maior responsabili­dade. Neste exemplo, o executi­vo sabe o que precisa fazer: es­cutar com maior atenção, buscar pontos em comum com seus in­terlocutores e até mesmo contar até 10 antes de dar sua opinião. Porém, nas interações cotidianas, o cliente repete seus comporta­mentos abrasivos que, além de não mudarem a percepção das outras pessoas, causam um sen­timento de culpa no executivo que acredita que deveria ter um comportamento e exibe outro contra sua própria vontade. O cliente de coaching se vê resis­tindo à própria mudança que deseja. O mesmo dicionário de­fine resistência como “recusa de submissão à vontade de outrem; oposição, reação.” (Houaiss, 2015). Neste nosso exemplo, a resistência é contra a própria vontade do indivíduo. Há algu­mas respostas comuns quando nos deparamos com algum tipo de resistência: podemos desistir, ignorar ou confrontar a resistên­cia. Em nosso caso, o cliente, diante de sua culpa por saber o que deveria fazer, está pres­tes a desistir da mudança de­sejada, e verbaliza que “pau que nasce torto morre torto”, racionalizando seu desejo de desistir diante da dificuldade.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Experimentando a Vulnerabilidade na China

“Imagine que, num belo dia, um disco voador o abduzisse e depois o soltasse num local totalmente estranho. Bum! Você cai de dentro da espaçonave, levanta e olha em volta. E o que você vê? Pessoas estranhas, que se vestem de forma estranha; se acocoram para descansar as pernas; usam buracos em vez de privadas; comem cachorro, cobra, escorpião, lagarta; gritam, se empurram, furam fila. Agora... leia mais

13 minutos

Psicoterapia Transpessoal

As psicoterapias se apresentam historicamente para a psicologia e para a sociedade como uma prática de grande relevância como uma ação de cuidado. Independentemente de sua orientação teórica, têm como objetivos principais levar a pessoa ao conhecimento de si, empreender tomadas de decisão e ações que favoreçam o próprio equilíbrio e crescimento do ser humano. É um processo que... leia mais

10 minutos

Identificar e desenvolver pontos fortes da tripulação durante as tempestades.

Do momento da redação deste artigo até a publicação, posso especular pouco sobre os desdobramentos da crise do COVID-19 e todo o impacto que isso gerará em todos os âmbitos de nossas vidas. O que tenho convicção é que as crises passam, mas o talento fica. E dito isso talvez seja nesse momento que precisamos manifestar nossas fortalezas individualmente e coletivamente com maior... leia mais

14 minutos

Valores: o que eles estão nos ensinando neste momento de crise mundial

A crise política, econômica, social e de saúde sem precedentes pela qual estamos passando está nos obrigando a refletir sobre várias questões: como chegamos na situação atual? O que precisamos fazer para ultrapassá-la? Que comportamentos e decisões geraram esta situação de vulnerabilidade extrema? Quais os aprendizados individuais e coletivos que precisamos fazer? A partir desta nova... leia mais

19 minutos

A EVOLUÇÃO DOS MODELOS DE GESTÃO

Uma das maiores questões que se apresentam aos modelos de gestão contemporâneos nas empresas hoje é conseguir se livrar de um pensamento exclusivamente voltado para os sistemas de comando e controle desenvolvidos no começo do século 20 para dar conta dos aumentos das demandas e do volume de produção e incluir em seus processos uma lógica que abranja as rápidas dinâmicas da complexidade... leia mais

14 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium