revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #96 - Maio 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Autenticidade não é Sincericídio

Em uma das maiores pesquisas feitas sobre satisfação e engajamento no ambiente de trabalho, o Instituto Gallup entrevistou, entre 2014 e 2016, 2,7 milhões de profissionais de 276 organizações em 155 países. Eles descobriram que somente 15% dos entrevistados se sentiam altamente engajados com o trabalho que faziam, ou seja, psicologicamente envolvidos em suas atividades e motivados a serem altamente produtivos.

O que nos leva a 67% dos entrevistados estarem desengajados, que se traduz em investir tempo, mas pouco esforço no emprego, enquanto 18% se sentiam altamente desengajados -- abertamente ressentidos por suas necessidades profissionais não serem atendidas.

Ao olhar esses dados, por que você imagina que isso acontece? Pode parecer que é porque eles não gostam do que estão fazendo. Isso levando em consideração como, atualmente, quem tem esse privilégio, busca fazer o que ama e encontrar um propósito nas suas ocupações.

Mas, até para minha surpresa, o sentido, o porquê desses entrevistados fazerem o trabalho, não era o principal fator de insatisfação. Sabe quais eram?

• Falta de reconhecimento;

• Não se sentir ouvido pelos líderes e superiores;

• Ausência de comunicação aberta e franca, de um interesse sincero pelos problemas uns dos outros;

• Falta de diálogo com os colegas;

E claro, a pesquisa também traz aquela estatística que assombra todos os líderes: 84% das pessoas que pedem demissão relatam como motivo a relação com o gerente direto. É o famoso "a pessoa pede demissão do chefe e não da empresa".

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Autocuidado: a peça que faltava na sua saúde

Quero começar nossa conversa te fazendo 5 perguntas: 1 - Você consome menos de 5 porções de frutas ou vegetais por dia? 2 - Você pratica menos de 150 minutos de exercício físico por semana? 3 - Você consome mais de 3 drinks de bebida alcóolica em um único dia ou mais de 7 drinks por semana? 4 - Você fuma? 5 - Você dorme menos de 7 horas por noite? Se você... leia mais

9 minutos

O Grupo: Poder ou Fraqueza?

2021. Verão. Jogos Olímpicos de Tóquio, um espetáculo do nosso mundo, com histórias de trabalho e de talento, de alegria e de desapontamento, com histórias sobre as ultrapassagens dos limites do ser humano. Na manhã do dia 25 de julho, na prova feminina olímpica do ciclismo de estrada, não se anunciavam surpresas. As favoritas faziam planos e sonhavam com a medalha olímpica de ouro,... leia mais

13 minutos

É possível mudar o ritmo do estresse?

Temos uma tendência (nada saudável) de normalizar as situações que ocorrem com frequência. Há algum tempo o “será que vai chover?” foi substituído pelo “estou na correria”. A pressa foi normalizada e passou a ser assunto de elevador, daqueles que não surpreendem mais ninguém. Hoje em dia, a correria já é comumente substituída pelo “estou exausta(o)”. O cansaço também... leia mais

14 minutos

O Codesenvolvimento no contexto pandêmico e virtual

A pandemia, que está afetando todos os continentes ao mesmo tempo, nos obrigou a desenvolver capacidades notáveis de adaptação. Isto é verdade tanto para as empresas, que foram capazes de implementar rapidamente ferramentas de trabalho a distância, quanto para os funcionários envolvidos, que aprenderam a utilizá-las e as integraram em seu trabalho diário. Como coach, antes desta crise,... leia mais

9 minutos

O coaching uma oitava acima

“Quando uma ou mais pessoas estiverem presentes, em meu nome, EU estarei presente”. Esta frase é Crística e, portanto, arquetípica podendo resumir o poder e a magia que surgem nas sessões de coaching, nos momentos em que a conexão acontece e passamos a caminhar junto com o cliente, envoltos por uma clarividência trabalhada em conjunto, numa oitava acima. Esse nível de aprofundamento,... leia mais

13 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium