revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #95 - Abril 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Sem Inteligência Emocional, Mentoria Não Há

“Raiva, medo, agressão. Ao lado sombrio elas pertencem” Yoda


Luke era um talento em ascensão. Todos acreditavam – inclusive o próprio Luke – que ele estava destinado a grandes coisas. Foi exatamente por isso que foi um golpe para ele, quando, após a realização de uma apresentação para os principais executivos de sua organização, ao invés de receber os esperados elogios, os executivos apontaram preocupações críticas sobre o seu projeto. Felizmente, seu mentor Yoda era um dos executivos presentes na reunião.

Após o evento, Luke e Yoda conversaram sobre o que tinha acontecido. Mas Luke reclamou intransigentemente sobre as críticas recebidas, considerando-as injustas. Yoda o escutou pacientemente, mas nada falou naquele momento. Alguns dias depois, com os ânimos mais tranquilos, Yoda ligou para Luke e pediu para se encontrarem novamente. Gentilmente, Yoda disse à Luke que sua reação, embora compreensível, foi um tanto exagerada, pois a maioria das críticas tinham fundamento. Sugeriu que, ao invés de responder defensivamente e agressivamente às críticas, seria melhor para Luke se ele pudesse aceitá-las e aprender com elas. Luke ficou atordoado. Mesmo Yoda sendo gentil na forma como ele enquadrou seus comentários, Luke insistia em levar para o lado pessoal e se sentia atacado. No entanto, ele confiava e admirava Yoda, pois acreditava que seu mentor se importava genuinamente com ele e queria ajudá-lo.

Como resultado, Luke refletiu e considerou seriamente o que Yoda havia dito e começou a olhar mais atentamente para si mesmo e lidava com a opinião dos outros. Após um tempo, ele percebeu que Yoda estava certo. Muitas vezes, Luke rejeitava críticas e as considerava como resistência dos outros, em vez de considerá-las como oportunidades de aprender sobre si mesmo e, assim, melhorar. Luke prometeu que mudaria, e mudou. Ele passou a ter a carreira ilustre que todos esperavam dele, e 30 anos depois, ainda se lembra daquela tarde, quando Yoda ajudou a colocá-lo nos trilhos.

O exemplo acima, assim como o icônico personagem Yoda, ilustram bem a mentoria no seu estado da arte. Um mentor mais experiente e sábio que ajuda seu mentorado a aprender e crescer de forma a promover um desenvolvimento positivo de sua jornada. O exemplo também ilustra algumas das maneiras que a inteligência emocional influencia a relação de mentoria. A inteligência emocional do mentor, além de ajudar a fortalecer uma relação de confiança com seu mentorado, também definiu como o mentor lidou com a resposta de seu mentorado a crítica. Finalmente, o mentor ajudou o mentorado a fortalecer aspectos da inteligência emocional, permitindo que alcançasse seu potencial. Histórias como essas sugerem que a inteligência emocional desempenha um grande papel no processo de mentoria.

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Coaching Solidário: Djunta Mô – “juntar as mãos”

O projeto Erguer Cabo Verde surge no âmbito do COVID-19, para apelar a um “Djunta Mô” (expressão máxima de solidariedade na cultura cabo-verdiana que significa juntar as mãos) internacionalmente para ajudar a ultrapassar a pior crise dos últimos 25 anos no país, instalada pela pandemia. Sendo a solidariedade um dos valores mais nobres da humanidade, que emerge à escala global nos... leia mais

13 minutos

Porque o Futuro Precisa de Pessoas Protagonistas

Você já deve ter se deparado com alguma reviravolta pessoal ou profissional, onde precisou se reinventar rapidamente para conseguir dar conta de algum desafio. Isso faz parte da vida de todo ser vivo, não somente nós humanos, mas de toda a natureza. O mundo está em constante transformação e quem não se adapta corre o risco de ficar extinto. Por mais extremista que possa parecer esta... leia mais

12 minutos

O Emaranhado do Processo de Coaching

Decidi aproveitar a oportunidade de escrever esse artigo para abordar a estrutura Cynefin e como ela pode ajudar ao processo de Coaching e, também me aproximar de pessoas fascinantes que, em certa medida, foram meus tutores. Em essência, uma espécie de metajornada de treinamento em Coaching usando a estrutura Cynefin como um mapa e uma ferramenta de navegação. O tempo era uma restrição,... leia mais

16 minutos

Imunidade à mudança e o novo papel da liderança

Atuo, há mais de 30 anos, no campo do desenvolvimento humano voltado para profissionais que ocupam posições de gestão. Nesta trajetória, a prática como coach trouxe à tona os desafios dos clientes para efetivar mudanças. O episódio que quero resgatar remonta ao encontro da International Coach Federation (ICF) de 2014, quando assisti à palestra do professor Robert Kegan sobre a teoria da... leia mais

16 minutos

Espiritualidade e religião

"Nenhuma pessoa é uma ilha!”John Donne (1572-1631) Se você pesquisar a palavra espiritualidade no Google prepare-se para um impacto. Em 16 de setembro de 2020 este site fazia 20 milhões e 100 mil de referências a ela. O impacto se repetirá se a substituir pela palavra religião. Na mesma data havia 42 milhões e 500 mil de... leia mais

12 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium