revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #95 - Abril 2021

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Como a Inteligência Emocional pode ser ampliada com o desenvolvimento de habilidades de Inteligência Espiritual

Para que seja possível discorrer sobre a relação entre Inteligência Emocional (EQ) e Inteligência Espiritual (SQ), é necessário esclarecer como compreendo e faço uso destes conceitos. Muitos autores me servem de referência e fundamentam minha prática em Desenvolvimento Humano, entretanto, trago apenas os ligados ao escopo deste artigo, e exploro com mais profundidade a SQ por ser o construto mais recente, para depois explicitar minha perspectiva a respeito da conexão entre SQ e EQ.

Enxergo inteligências como linhas distintas de desenvolvimento (Wilber, 2000) e acredito fortemente na SQ como uma inteligência integradora (Wigglesworth, 2012), capaz de expandir nossas capacidades nas múltiplas inteligências que possuímos (Gardner, 1983). Nós nos desenvolvemos em cada linha de modo independente e interconectado, sendo que a inteligência espiritual “quando altamente desenvolvida, também se torna fonte de orientação e direcionamento para as outras dimensões do nosso potencial humano” (Wigglesworth, 2012).

Mas afinal, o que é SQ? Trata-se mesmo de uma inteligência? É diferente de Espiritualidade? E Religião, onde entra neste contexto?

Desde o final dos anos 90, diversos autores escreveram sobre isso. Não existe consenso em relação à definição e abrangência da Inteligência Espiritual e enquanto uns não concordam com a denominação dessa dimensão do ser humano como sendo uma inteligência, outros não distinguem SQ de Espiritualidade e utilizam ora um ora outro termo em seus artigos, de modo indiferente.

Porém, alguns autores afirmam que tais conceitos são distintos, e é com este grupo que me identifico, sendo a norte-americana Cindy Wigglesworth quem mais admiro, por apresentar um aporte teórico-prático brilhante e uma aproximação teleológica, orientada ao crescimento. Com linguagem imparcial e pragmática, ela demonstra de modo cuidadoso e objetivo como transformar a consciência do transcendente e a dimensão espiritual do ser humano em comportamentos e ações.

Wigglesworth diferencia Espiritualidade de Inteligência Espiritual. Para ela, Espiritualidade é “a necessidade inata do ser humano se conectar a algo maior do que ele mesmo, algo que considere divino ou de nobreza excepcional” e Inteligência Espiritual, “a capacidade de se comportar com sabedoria e compaixão, mantendo paz interior e exterior, independentemente da situação”. Sua teoria de desenvolvimento – SQ21 – se fundamenta em vasta pesquisa de conhecimento nos campos da Ciência, Filosofia, Psicologia e das grandes tradições de fé, principalmente o Misticismo, sendo simultaneamente neutra e amigável a qualquer sistema de crenças, não entrando em conflito com nenhuma religião e funcionando de modo igualmente eficaz entre céticos e ateus. Por estas razões, é utilizada com sucesso para desenvolvimento de liderança no meio empresarial já há alguns anos.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Quebrando o status quo: Felicidade ou conformismo

De acordo com a famosa pirâmide de Maslow e versões atualizadas de pirâmides de necessidades, o ápice de felicidade de uma pessoa está na autorrealização. Para alcançar esse topo, muitas coisas são propostas, como aproveitar os momentos, amor-próprio, resiliência, autoconhecimento e a lista se estende. Não se engane, cada um desses pontos é importante, porém são... leia mais

12 minutos

Perder-se na multidão para encontrar-se

“Você pode se afastar?” Aquelas palavras me tomam com surpresa e certa incredulidade, e peço para ela repetir. Mais uma vez, escuto a frase adicionada de “você está invadindo o meu espaço”. Sem pensar, dou dois pequenos passos para o lado, dentro do já confinado espaço do metrô londrino. Aperto a minha gigantesca bolsa contra o meu corpo a fim de diminuí-la de tamanho (em vão);... leia mais

11 minutos

Segurança Psicológica: Potencializando a voz que não mais silencia

Por que silenciamos mesmo quando desejamos expressar genuinamente a nossa opinião ou ideia sobre algo? Silenciamos a partir do medo de não nos expor? Podemos assumir que isso acontece quando não há segurança psicológica no ambiente? O termo “espiral do silêncio” foi criado pela alemã Elisabeth Noelle Neumann e está relacionado ao medo que os indivíduos têm de serem isolados pela... leia mais

11 minutos

Viver é melhor que sonhar!

“... qualquer canto é menor do que a vida de qualquer pessoa” 1 Quando o Luciano Lannes me convidou a escrever um artigo para a edição chamada “Feliz Ano Novo!” respondi, sem pensar, “sim!”. Sem pensar, mas também sem ideia nenhuma sobre o que ia escrever. Só sabia que o artigo deveria trazer uma reflexão positiva, no primeiro mês de um ano 2022 desafiador.... leia mais

11 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium