revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #88 - Setembro 2020

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Autoconhecimento e aplicações dos talentos na prática

“...mesmo que frequentemente duro, e às vezes assustador, o autoconhecimento empodera as pessoas.” Christopher Contrary em The Value of Self-Knowledge


Deixe-me compartilhar uma história pessoal. Não é fácil lembrar daquele tempo da minha vida, mas acredito ser válido dividir com você, caro leitor e colega: No meu quarto ano de carreira corporativa, eu trabalhava em uma grande multinacional alemã, sendo assistente estratégico da presidência para América Latina. Um dia, o presidente na época, um senhor alemão expatriado em sua última grande função antes de sua aposentadoria, me disse: “Sr. Dinklage, o Senhor já está nesta função há bastante tempo, e precisamos pensar qual será seu próximo passo na carreira. Por onde gostaria de seguir?”. Na época, em um dos projetos que eu liderava, eu sentia dificuldades em obter dados para meus colegas da área comercial e, portanto, depois de alguns dias de reflexão, pedi para ser transferido para a área onde acreditei poder aprender a ser mais analítico, mais focado e organizar dados: a área de TI - Tecnologia da Informação.

Eu costumo dizer que este movimento foi o início do fim de minha carreira naquela empresa, pois acabei não encontrando o que eu esperava. Eu me senti um peixe fora d’água, não consegui resolver aquela dificuldade para a área comercial e, talvez mais importante de tudo, eu estava infeliz naquela função (e acabei voltando para uma outra área comercial depois de um ano). Olhando para trás, penso que aquela experiência deve ter servido para algo, mas tenho certeza de que hoje escolheria diferente.


Acordando para o autoconhecimento

Você deve estar pensando: “mas que ingênuo, este Sr. Dinklage!” E eu penso o mesmo, mas a vida é feita de tentativas, erros e acertos, não é? Talvez até você já tenha passado por algo parecido... Traduzindo essa minha história para tratar de talentos e pontos fortes: Não é que não devemos fazer e aprender coisas novas. O “x” da questão aqui é a energia excessiva que podemos estar depositando em algo no qual já temos uma certa dificuldade, causando apenas frustração e desânimo e, pior, sem agregar valor significativo ao desafio em questão.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

O Emaranhado do Processo de Coaching

Decidi aproveitar a oportunidade de escrever esse artigo para abordar a estrutura Cynefin e como ela pode ajudar ao processo de Coaching e, também me aproximar de pessoas fascinantes que, em certa medida, foram meus tutores. Em essência, uma espécie de metajornada de treinamento em Coaching usando a estrutura Cynefin como um mapa e uma ferramenta de navegação. O tempo era uma restrição,... leia mais

16 minutos

Imunidade à mudança e o novo papel da liderança

Atuo, há mais de 30 anos, no campo do desenvolvimento humano voltado para profissionais que ocupam posições de gestão. Nesta trajetória, a prática como coach trouxe à tona os desafios dos clientes para efetivar mudanças. O episódio que quero resgatar remonta ao encontro da International Coach Federation (ICF) de 2014, quando assisti à palestra do professor Robert Kegan sobre a teoria da... leia mais

16 minutos

Espiritualidade e religião

"Nenhuma pessoa é uma ilha!”John Donne (1572-1631) Se você pesquisar a palavra espiritualidade no Google prepare-se para um impacto. Em 16 de setembro de 2020 este site fazia 20 milhões e 100 mil de referências a ela. O impacto se repetirá se a substituir pela palavra religião. Na mesma data havia 42 milhões e 500 mil de... leia mais

12 minutos

Desafios e Oportunidades nos países de Língua Portuguesa em África

É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. Esperançar é se levantar, esperançar é ir a trás, Esperançar é construir, esperançar é não desistir. Esperançar é levar a diante, Esperançar é juntar-se aos outros Para fazer... leia mais

11 minutos

Modernidade Gasosa - Ensaios sobre a vulnerabilidade

No ano de 1999, o sociólogo Zygmunt Bauman escrevia "Modernidade Líquida", cenário onde hábitos e costumes são movidos pela finalidade de obter sensação de completude do ser. A palavra "líquida" é atribuída pelo fato desta necessidade ser tão imediatista, que as ações que almejam nossa completude, acabam por não serem devidamente vividas e absorvidas - escorrendo por entre os dedos.... leia mais

8 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium