revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #79 - Dezembro 2019

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Constelações Familiares e Sistêmicas: O Método, o Facilitador, o Cliente e os Participantes

Uma abordagem que tem sido a cada dia mais notória na área terapêutica das famílias ou nas organizações. Esse artigo tem como referencial teórico, fontes bibliográficas de Bert Hellinger, autor que fundamentou as constelações familiares e sistêmicas. A Constelação Familiar e Sistêmica, é uma abordagem que pode ser aplicada de forma individual ou em grupo; refere-se ao esclarecimento, à compreensão mais ampla de uma situação, de modo a facilitar que, a partir dessa maior compreensão, o cliente possa ele mesmo, encontrar meios próprios de avaliação e de soluções para as situações. É oportuno ressaltar que a Constelação Familiar, foi reconhecida pelo Ministério da Saúde, e introduzida na regulamentação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no ano de 2018, disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), levando em consideração a crescente legitimação da sociedade. Hellinger (2005), ressalta a importância de dois movimentos que contribuem para tal conhecimento, são eles: o esforço científico e o fenomenológico, segundo o autor, ambos se completam.

A Constelação Familiar e Sistêmica, pode ser utilizada para qual situação?

Hellinger (2011) ressalta que a Constelação Familiar tratava inicialmente das relações pessoais; ao longo de suas experiências, fundamentou as ordens básicas do amor, na qual os relacionamentos podem ter êxito ou fracassam. Quando estendeu o seu trabalho nas leis do sucesso e do fracasso com enfoque nas empresas, organizações, trabalho e profissão, o autor supracitado considerou que estas também seguem as mesmas ordens em destaque nas Constelações Familiares. São elas: o pertencimento, hierarquia e o equilíbrio entre dar e receber.

As três Ordens

Quando nascemos numa família, temos elos visíveis e invisíveis, porém, nem sempre esses aspectos são notados, isso pode acarretar consequências que provocam entraves no desenvolvimento de cada ser, consequentemente na carreira e processos de escolha da profissão. Hellinger (2013) diz que não se pode comparar uma empresa com uma família, onde cada um tem o mesmo direito de pertencer; na empresa só pertence aquele que colabora com um desempenho correspondente.

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

As etapas do trabalho biográfico e as artes plásticas como linguagem do processo

1-Visão panorâmica da própria biografia  Ao passar por um processo biográfico a pessoa revê passo a passo, a trajetória de sua vida, os impulsos, sentimentos e anseios que permearam as suas experiências, desde a lembrança mais remota até o momento atual. Ela tem, ao final desta retrospectiva, uma visão panorâmica de sua própria vida. Esta vivência é diferente da mera... leia mais

13 minutos

A Teoria Integral e o uso de Quadrantes em Coaching

Eu tinha uma experiência profissional mais voltada ao desenvolvimento de times e organizações, quando fui fazer uma formação com um biólogo chileno chamando Humberto Maturana. Quando concluí essa formação, tomei uma decisão de colocar o meu propósito também à serviço dos indivíduos. No entanto, sentia falta de estrutura, tanto para dar suporte a minha decisão por fazer coaching,... leia mais

8 minutos

Fazendo uma avaliação valer a pena usando uma abordagem do coaching

Apresentado no Converge por Claire Pedrick - MCC Participar do CONVERGE sempre nos surpreende. Essa é a 2ª. vez que participo e é maravilhoso poder confirmar, esclarecer, conhecer, compartilhar e entender ideias. Algumas vezes não só a novidade que surpreende, mas uma nova forma de ver e fazer algo que já fazemos, de uma forma diferente; enxergar uma nova perspectiva. Eu quero... leia mais

7 minutos

Custo dos conflitos no ambiente organizacional e o “Conflict Coaching” como abordagem de resolução!

“AS EMPRESAS QUEREM SOMAR...E NÃO PERCEBEM A SOMA DA DISCÓRDIA...” As pressões no ambiente de trabalho aumentam cada vez mais apesar de todas as inovações. Fato identificado em conversas com alunos em escolas de negócios e clientes em desenvolvimento pessoal. O discurso comum revela um desejo de paz e alívio, e na prática, o que se vê é sofrimento, falta de confiança, medo e... leia mais

14 minutos

Comunicação e Marketing de negócios autorais: da era dos imperativos à era das interrogações

Percebo que o marketing hoje faz parte da vida de dois tipos de profissionais: o primeiro que decidiu estudar e trabalhar diretamente nessa área, seja como freelancer, seja como colaborador de uma empresa; e o segundo, empreendedor, que pouco conhece disso e costuma perceber o marketing como um mal necessário. Nesse segundo caso, estamos nós, coaches, e também todos os profissionais que atuam... leia mais

16 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium