revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #76 - Setembro 2019

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Um outro olhar - Ed. 76

Nossa Coach Maria nos envia o seguinte relato:

Estou vivendo uma situação atípica em meus trabalhos como coach.

Estou com um novo cliente que me deixa animada por atendê-lo, pois, é uma pessoa fora de meu círculo de relações, isto é, alguém fora da comunidade que convivo.

Entretanto, na transição da primeira para a segunda sessão, me surgiu um dilema se desejo ou não continuar esta relação de coaching com este cliente.

O dilema se origina no fato de que identifiquei que este cliente é formado por uma escola de coaching, aonde eu estive articulando, como membro de um Comitê de Ética, uma questão ética desta escola. Sei que meu cliente é uma boa pessoa com a qual tenho confiança. A questão que te apresento é que a questão ética com a escola de onde vem meu cliente, está me gerando um enorme incômodo e me faço duas perguntas: se é eticamente correto que eu o atenda e caso não haja nenhuma questão ética, se eu desejo ou não atendê-lo e manter esta relação, pois, eu não gostaria de ter nenhum vínculo com este espaço de alguma forma.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Um outro olhar - Ed. 79

Nossa Coach Maria nos relata o seguinte: Estou atendendo um cliente que tem grande dificuldade de fazer abstrações e imaginar cenários. Ele me lembra aqueles jogos de jornais antigos de ligar os pontos numerados para construir uma figura. Não há possibilidade de mudar a ordem na qual os pontos são ligados, e todos precisam estar muito próximos um do outro. Impossível pensar em planos de... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 78

Nosso Coach João nos envia o seguinte relato: Estou atualmente com um cliente de coaching, que é um jovem recém promovido a posição de Diretor por sua competência em alcançar os resultados na função anterior. Em meu primeiro encontro com seu gestor para definir os objetivos e indicadores para a o processo de coaching, o mesmo, comentou que está havendo um acúmulo de ações, pois,... leia mais

7 minutos

Um outro olhar - Ed. 77

Nosso Coach João nos envia o seguinte relato: Estou com um novo cliente e já estamos no terceiro encontro. Confesso que não estou conseguindo focar e contribuir mais efetivamente com ele pois seu negativismo e vitimismo me irritam profundamente, a ponto de querer quase bater nele. Isto faz com minha conexão e empatia acabem. Pessoas negativas e reclamonas sempre me afetaram e me tiram do... leia mais

6 minutos

Um outro olhar - Ed. 75

Nosso Coach João nos envia o seguinte relato: Estou atualmente com 4 clientes de coaching, sendo que a maioria em torno da quinta sessão. Até a terceira sessão, cujo foco era autoconhecimento, estava me sentindo bem com os atendimentos, sentindo que eu estava bem presente, conectada com o cliente, ouvindo mais do que perguntando/falando, e que as sessões estavam indo bem. Nas duas últimas... leia mais

7 minutos

Um outro olhar - Ed. 74

Nossa Coach Maria nos envia o seguinte relato: Tenho uma cliente que trás como tema para trabalhar a relação com sua sócia. E por ser uma sociedade nova, minha cliente tenta se acomodar às novas regras do jogo. E o que ela apresenta nas sessões, são questões como os medos que ela tem, O que faz surgir minha dúvida. Nas 3 sessões anteriores que tivemos, ela apresenta um elevado... leia mais

6 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium