revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #74 - Julho 2019

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Como eu gosto de receber e realizar uma tarefa no meu trabalho

Introdução

O trabalho abordado neste artigo é uma pequena parte resultante do estudo das Dinâmicas Humanas iniciados há mais de 20 anos (no Brasil) somados às minhas experiências vividas profissionalmente.

Quando falamos em dinâmicas humanas, não estamos tentando rotular pessoas com essa ou aquela característica, mas agrupar pessoas por similaridades quanto ao seu modo de processar ideias, sentimentos e sensações, seu modo de comunicar – transmitir e entender ideias.

Entender essa dinâmica nas pessoas, seja na família, sociedade ou no trabalho é essencial para compreendermos como cada indivíduo ou grupo de pessoas funcionam e percebermos a riqueza das diferenças entre cada pessoa. Este fascinante estudo tem recebido as mais diversas abordagens. Neste trabalho, vou me concentrar, na visão de cada uma das cinco dinâmicas em “COMO EU GOSTO DE RECEBER E REALIZAR UMA TAREFA NO MEU TRABALHO”.

Cada uma das visões são transcrições de depoimentos de 5 homens de diferentes dinâmicas, integrantes do grupo de estudos de Campinas - UNICAMP, em evento onde havia 60 participantes, ocorrido em 2000.

Depoimentos

FISICO MENTAL (transcrição de depoimento)

“No momento em que a tarefa é passada ou, no momento em que ela aparece, ou que eu entendo que aquele trabalho tem que ser assumido por mim, nem precisa necessariamente que alguém a traga para mim, mas precisa ficar muito claro e bem definido o seu propósito. Se for, por exemplo um relatório que será encaminhado para alguma outra empresa ou para uma instância superior da minha empresa, é preciso ficar muito claro a razão e serventia deste trabalho. Isto é para fazer com que cada palavra ou frase escritas, contemplem o propósito e atinja o objetivo final daquele relatório. Estando isso claro, nem será necessário dizer mais nada. Por exemplo, se o relatório tiver que dar um aspecto de convencer uma diretoria para liberar uma verba que estamos precisando, então eu vou trabalhar para que em cada frase que a pessoa estiver lendo, ela se conscientize: “tenho justificativas para liberar a verba para aquele pessoal.” Então o propósito dele é muito importante para que eu possa manifestar em cada passo do meu trabalho. E durante a execução deste trabalho, não me “aporrinhe” por favor. Confie no que eu vou te trazer. Te prometi para daqui há dois dias, três dias ou uma hora, duas horas. Ele será entregue e será feito para funcionar da forma que o propósito exigia, naquele tempo que foi dado para fazer”.

Podemos reparar que os Físicos-Mentais montam o “quebra cabeças” como se fosse o brinquedo de peças de montar, de encaixar; juntam as partes até chegar no “todo”, ordenam, planejam as etapas da tarefa - mentalmente ou por escrito, ou por desenhos - as vezes do fim para começo, se estruturam até ver o sistema inteiro, o todo funcionando, concreto.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

O que realmente sabemos sobre conflitos organizacionais no Brasil?

Um conflito pode ser gerenciado?  De que forma? Quais as causas dos conflitos organizacionais? Qual o papel da área de Recursos Humanos na resolução dos conflitos? Para responder a essas e outras questões relacionadas ao tema conflitos nas organizações, a ABRH-SP vem promovendo, desde 2016, uma pesquisa junto aos seus associados e com divulgação ampla e aberta a todo o mercado... leia mais

11 minutos

Por uma expansão da consciência

Se eu tivesse que escolher uma única coisa desta edição para você levar para sua vida, seria isso: Na Era da Consciência não podemos mais contribuir com ações feitas sem pensar.    Vivemos num ritmo alucinante e estamos testemunhando a crescente onda de burnouts, FOMO (Fear of Missing Out – medo de ficar fora das redes sociais), vício em telas e... leia mais

6 minutos

INTUIÇÃO & SINCRONICIDADE EM COACHING

Dentre as competências essenciais para o exercício do coaching profissional definidas pela International Coach Federation - ICF, destaco a 8ª. competência: Criando Consciência, cujos marcadores sinalizam de maneira objetiva o papel do coach no processo a fim de expandir a consciência do coachee e as 9ª, 10ª, e 11ª competências (Projetando ações, Planejamento e Estabelecimento de... leia mais

13 minutos

Dinâmicas Humanas (DH) em vendas e negociações de alta performance

Todos os profissionais de vendas que buscam alta performance de resultados, analisam e entendem as variáveis do mercado, o movimento dos concorrentes, os potenciais das empresas envolvidas (B2B) e os diferenciais dos produtos/serviços, para então tentarem materializar “O Negócio”. Muitas vezes, e após desenvolverem os planos de negócios bem estruturados e com excelente margem para... leia mais

8 minutos

A distinção do trabalho para grupos e o trabalho com grupos

Trabalhar com a coordenação de processos grupais requer um olhar atento do profissional que assume este papel, em relação as singularidades que constituem o coletivo e por sua vez, dos indivíduos que o compõe. A complexidade e incerteza que residem no ser humano que é “simultaneamente social, físico, biológico, cultural, psíquico e espiritual” (MORIN, 1998, p.138) também se... leia mais

12 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium