revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #51 - Agosto 2017

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 51

Caro leitor,

esta edição nos traz uma provocação muito interessante sobre se a pessoa está fazendo Coaching ou sendo Coach. Este tema vem em muito boa hora, pois ainda estamos vivendo a escalada das escolas que formam coaches aos baldes, e com um arsenal de formulários, instrumentos e uma lista de “perguntas poderosas”, saem ao mercado ávidos por lotar suas agendas, como sinal de sucesso e prosperidade.

Não se dão conta que estão apenas, quando muito, fazendo Coaching. Quando muito, pois o verdadeiro Coaching exige uma postura prestadia, um isolamento de conteúdos, um ouvir sem intenções, uma curiosidade infantil e, principalmente, um desapego do ego de querer impressionar o coachee com uma performance excepcional, calcada em perguntas “matadoras”.

João Luiz Pasqual nos honrou em coordenar este dossiê, onde encontramos artigos muito ricos para trazer mais lucidez à questão. Ser coach envolve um olhar profundo para si mesmo, ser o laboratório vivo de tudo o que queira aplicar e vivenciar com outras pessoas. Desta forma, torna-se essencial ao coach, ser coachee, passar vez por outra pelo processo, de preferência com diferentes coaches para sentir abordagens diferentes e ver quais portinhas internas se abrem mais ou menos. Passar por processos de supervisão também é um ponto essencial para ganhar novos olhares sobre como conduzir seus processos e novas possibilidades de intervenção. Nada como alguém de fora para nos mostrar o que não estamos vendo.

Ser coach não é apenas ser um profissional que utiliza das técnicas e da filosofia do Coaching; é, acima de tudo, uma pessoa que decidiu enxergar a vida, o ser humano e suas relações sob nova ótica, muito mais abrangente, longe do certo e do errado, e buscando harmonizar as diversas forças que nos movem, buscando ações que nos aproximem de nossas metas, ideais e sonhos, sempre em consonância com nosso propósito interior.

Excelente leitura,

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 25/08/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 80

Caros leitores, Esta edição de janeiro traz uma pequena mostra do que foi o “CONVERGE 2019”, evento promovido pela ICF e desta vez realizado em Praga entre 23 e 26 de outubro de 2019. Uma delegação brasileira composta por 17 membros da ICF Brasil esteve presente ao evento, sendo que Ana Pliopas, que muito já contribuiu em nossas páginas, apresentou um trabalho no evento. ... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 79

Caros leitores, Ahhh o Universo Sistêmico. Quem diria que iria chegar no mundo organizacional. Se chegou é sinal que foi validado por resultados. O mundo organizacional não é fã de aventuras ou ligado em excentricidades, ou teorias ou metodologias que não se possa pegar, apalpar, cheirar e obter dados para colocar na planilha. Convidei Claudia Miranda Gonçalves para a... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 78

Caros leitores, Conflitos, ahhh os conflitos. São tantos, de tantas cores, nuances, tamanhos e intensidades. Como despertam emoções, como por vezes nos tiram do eixo, turvam a visão, a racionalidade, bloqueiam a audição, intensificam posições, cristalizam crenças. Aprender a lidar com eles é a disciplina de uma vida. Pelo menos para mim foi e é assim. Comecei neste caminho há... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 77

Caros leitores, LIBERTADOR....... esta foi minha sensação pessoal ao conhecer o Slow Marketing. Trabalhando com consultoria há 20 anos e com a Revista Coaching Brasil há 6 anos, conheço muito bem os desafios de trabalhar a exposição de um produto ou serviço, e os conflitos éticos que nos assolam quando somos instados a implantar as fórmulas mágicas do Marketing Digital, que... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 76

Caros leitores, A cada edição avançamos em descobrir pessoas, metodologias e abordagens encantadoras, instigantes, simples e muito funcionais para complementar nossa atuação como coaches ou mentores. É sempre bom lembrar, que não cabe a nenhuma das metodologias aqui apresentadas, o simples uso utilitarista como técnica ou ferramenta, mas cada uma delas passa por um “ecoar na... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium