revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #43 - Dezembro 2016

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Resiliência como atitude de enfrentamento positivo do câncer: um caso de superação e cura apoiado pelo sentimento de esperança e confiança

Todas as doenças envolvem fatores biológicos, psicológicos e sociais. O câncer também tem em sua causa estes fatores e muitas vezes seu prognóstico envolve estimativas de tempo de vida e de incertezas do sucesso do tratamento, seja por intervenções farmacológicas ou por cirurgias. Um diagnóstico de um câncer é considerado uma adversidade severa. Uma situação de extrema dificuldade de enfrentamento. Uma situação de exposição da fragilidade humana que muitos consideram incontrolável e insuportável: é o reconhecimento da maior probabilidade de morte.

Mas o que a Resiliência nos trouxe para contribuir com o enfrentamento desta doença e de todas as dificuldades que vêm no mesmo pacote é a confiança na superação.

Resiliência é uma postura estratégica de enfrentamento para conseguir superar os desafios, limitações e adversidades do dia a dia. É procurar despender a energia em possíveis soluções para o problema.

Ao se lidar com adversidades graves, como é o caso de um câncer, despende-se uma energia significativa, inclusive gerando muito sofrimento. Mas a resiliência revela-se na capacidade de gerir esta energia de forma propulsora, para encontrar a melhor solução possível aos obstáculos enfrentados.

E como ter este pensar estratégico, em um momento de tanta dor, angústia e medo? Como ser resiliente quando o tratamento da doença é extremamente cruel e o prognóstico indica possibilidade de pouco tempo de vida?

A resposta está em acreditar que é possível! É ter esperança de que tudo vai melhorar, mas não é uma esperança que somente espera sem agir. É ter confiança nas estratégias desenvolvidas para a mudança e de que não há dúvida de que a doença será superada.

Como o acreditar e o confiar podem interferir na superação e até no prolongamento do tempo de vida prognosticado?

Pela lógica apresentada no primeiro parágrafo deste artigo, assim como toda doença envolve em sua causa fatores biológicos, psicológicos e sociais, a cura também envolve estes fatores. Por este motivo, o tratamento do câncer envolve não somente intervenções biológicas, mas também psicológicas, sociais e espirituais. Estas intervenções são as mudanças na forma de pensar, sentir e agir. Envolvem ações como rever o estilo de vida, a ressignificação das crenças e as diversas mudanças na estrutura emocional, espiritual e social que contribuirão para a cura, uma vez que estas ações, se não alteradas, continuarão a contribuir para a doença.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

O Poder de Todos: É a voz de um líder autêntico

Após os 35 anos de idade, já tendo tido anos de experiência em sua vida profissional com grande sucesso em diversos cargos gerenciais e diretivos, seguindo os padrões e modelos de liderança e a visão que aprendeu de outros, você começa a perceber que as regras que você tem seguido até hoje são formatos que não preenchem 100% da voz que você quer representar. Você reconhece em você... leia mais

14 minutos

O Futuro é (des)ordem

Uma porta como esta se abriu apenas cinco ou seis vezes desde que nos tornamos “homo erectus”. É o melhor tempo possível para estar vivo, quando quase tudo o que você pensou que sabia está errado.” Tom Stoppard – na peça Arcadia, 1993. O dicionário Houaiss define Futuro como “tempo que se segue ao presente” ou o “conjunto de fatos, acontecimentos... leia mais

14 minutos

O xadrez e a vida: uma visão além do jogo

“O xadrez é a vida em miniatura” Garry Kasparov. Qual o grau de relevância das visões estratégica e sistêmica para o desenvolvimento de pessoas e organizações? E como um jogo milenar pode se relacionar com elas? O xadrez, reconhecido como um dos principais jogos de estratégia, é uma batalha mental na qual dois jogadores se enfrentam visando um objetivo: o... leia mais

13 minutos

Imunidade à Mudança e Carreira

A imunidade à mudança e a velocidade na carreira.  Velocidade! É a palavra que eu mais ouço dos coachees quando uso a ferramenta ITC – Immunity to Change, elaborada por Robert Kegan e Lisa Lahey. Velocidade para chegar ao lugar que realmente trava o movimento necessário para que a mudança desejada aconteça. Tive meu primeiro contato com a ferramenta em 2014 num evento organizado... leia mais

13 minutos

Espiritualidade, organizações e pandemia

Espiritualidade A espiritualidade é fundamental na vida das pessoas e das organizações! Mas... esta afirmação é vista muitas vezes com desconfiança e pouco útil para a vida prática. Organizações precisam atender aos seus clientes, devem gerar resultados, e o lugar da espiritualidade é nos templos religiosos! Esta é uma típica reação que encontraremos ao abordar o tema. O... leia mais

13 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium