revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #34 - Março 2016

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 34

Caro leitor,

Será tão simples assim “virar” Coach??? – Parte II

...é, este tema é bem complexo e envolve muitas variáveis.

Nossa linha editorial, coerente com nossas crenças, procura trazer consciência e reflexão, ao invés de promover o oba-oba desenfreado que assistimos na internet acerca do Coaching.

Nesta segunda parte, falando da jornada para se tornar coach, temos cinco excelentes artigos.

Renato Ricci fala sobre metodologias e convida você a pensar sobre qual delas ecoa dentro de você. Interessante como notamos isto após algumas formações de linhas diferentes. Fica muito claro qual delas nos fala mais forte ao coração.

Káritas Ribas nos lembra que não somos super-heróis. Assim, quando nos libertamos da “obrigação” de resolver tudo, de saber tudo, de ter pergunta e resposta para tudo, nos apro­ximamos de uma atuação mais humana e consciente.

Márcia Yokota, traz uma abordagem mais pragmática ao abordar uma das maiores dúvidas dos coaches: quanto cobrar.

Carlos Alecrim, fala sobre tornar-se um coach seguro. Para tanto, aborda o que nos traz se­gurança e insegurança neste caminho.

Claùdio Tenrôler, faz um suave passeio pelo caminho do coach e costura os temas tratados neste dossiê com muita habilidade.

Ainda temos artigos muito ricos em nossas seções Coaching Executivo e Coaching de Carreira. Gisele Fessore voltou na edição passada na coluna “Eu, cada vez melhor”, falando sobre a ditadura da felicidade e nesta edição fala sobre uma das doenças no século: a depressão. Ela faz uma análise muito pessoal e profunda das cobran­ças que sofremos na sociedade e como a depressão acaba aparecendo neste cenário como um “jogar de toalha” frente a demandas tão impossíveis de serem cumpridas.

Espero que aproveite esta edição, leia com tranquilidade, pois há muito a ser pensado.

Tenha uma excelente leitura,

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 25/07/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 88

Caros leitores, Quando analisamos a base de conhecimento que desenvolvemos sobre o nosso funcionamento, é muito interessante notar que estamos apenas beliscando a casca do ovo desta sabedoria. Teóricos e pesquisadores estão produzindo novos modelos que nos auxiliam a compreender melhor como funcionamos e de que forma podemos diminuir nossas limitações para realçar os potenciais. No... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 86

Caros leitores, que tema mais pertinente para o momento que vivemos. Vulnerável!!! O que significa isto? Segundo a etimologia, vulnerável vem do Latim VULNERABILIS, “o que pode ser ferido ou atacado”, de VULNERARE, “ferir”, de VULNUS, “ferida, lesão”, possivelmente de VELLERE, “rasgar, romper”. Assim, estar vulnerável é estar em uma posição desconfortável pois nos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 85

Caros leitores, este ano de 2020, não começou de forma tranquila como todos os outros. Entenda aqui este “tranquila” como aquela “normalidade” que nos permite fazer planos “normais”, como emagrecer, fazer exercícios, aprender inglês, etc. Agitações intensas na política, mudanças de rumo na economia, a escalada de uma intolerância e agressividade sem precedentes na sociedade,... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 84

Caros leitores, ahhhhh, a tal Felicidade. Tão cantada em versos e prosas e que cada vez mais ouvimos falar dela. Talvez as pessoas estejam buscando uma felicidade mais autêntica, legítima, e não apenas compensações momentâneas obtida em prazeres fugazes. Sim, muitos dos prazeres que temos na vida são reais e legítimos e precisamos atentar para não os transformar em elementos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 83

Caros leitores, este tema chega em um momento muito especial, não somente para nós, coaches, mas para a própria humanidade que vive um divisor de águas em sua história. Há muitos anos que pesquiso a questão dos “valores” como um ponto fundamental da estruturação de uma cultura. Com o aprofundamento da pesquisa sobre o autodesenvolvimento, os valores se mostraram ainda mais... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium