revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #16 - Setembro 2014

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Coaching: ampliação de potência e felicidade

Caros leitores,

Foi com muita satisfação que aceitei o convite da Revista Coaching Brasil para escrever sobre Coaching, ampliação de potencial e felicidade. É desafiador relacionar os três temas, mas vou usar um foco sistêmico para dar clareza e en­tendimento a este entrelaçamento, que já existe naturalmente, porém muitas vezes não é identificado no nosso co­tidiano, pois costuma ser algo sutil ou um pouco obscuro para a nossa mente racional comum.

A metodologia de Coaching, em seu nível mais primário, é normalmente aceita como uma metodologia de de­sempenho, para o alcance de metas ou mesmo superação de limites, que podem ser pessoais ou operacionais. Tendo em vista este conceito, torna­-se evidente que o cliente de Coaching deverá desenvolver ou ativar um po­tencial adicional, que ainda não pos­sua, a partir disso terá as condições necessárias para alcançar suas metas ou objetivos.

Durante o processo de Coaching, o coach deve ter habilidade para auxi­liar na ativação das potencialidades do cliente, pois sem este auxílio ele talvez não consiga identificar suas potencialidades. Sendo assim, pode­mos dizer que no Coaching existe a necessidade de superação de limites através da “ativação de potencial”. A possibilidade de ativação vem do fato de o ser humano ter um poten­cial infinito e inesgotável dentro de si mesmo. Este potencial está sempre presente e pode ou não ser utilizado, dependendo única e exclusivamente de se obter as condições necessárias para utilizar este grande reservatório de energia.

Usando uma metáfora, pode­mos dizer que a potencialida­de inata é como uma represa. Quando uma comporta é aber­ta, gera energia e esta energia se transforma em energia dinâ­mica e ativa para o uso. Sendo assim, podemos afirmar que um coach pode ser compara­do a uma pessoa que ajuda a abrir comportas de potencia­lidades adormecidas. Porém, não existem fórmulas prontas ou métodos infalíveis, pois isso depende muito do bom senso do coach, que deve identificar quais exercícios ou desafios po­dem ser propostos e quais são as perguntas que vão estimu­lar o seu cliente a transformar o potencial interno em energia dinâmica. É assim que surgem novas forças, habilidades, capa­cidades e atitudes, que contri­buem para o alcance de metas e objetivos.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Vivemos Tempos de Turbulência

Crise climática, guerras, pandemia de COVID-19, crise migratória, desigualdade econômica e social, segurança cibernética, crise ambiental, perda da biodiversidade, extremismo e polarização. Mas será que essas crises possuem algo em comum? Sim, todas elas são inter-relacionadas, sistêmicas e ameaças existenciais globais, causadas pelo comportamento humano. Em outras palavras, foram... leia mais

11 minutos

Marca de liderança – Sua forma única de expressar suas forças e suas vulnerabilidades a serviço de seus objetivos

Todos nós temos uma marca, independentemente da consciência disso e da decisão de ter ou não controle sobre ela. E, na liderança a marca deve estar integrada ao time e à organização. Antes de trabalhar com desenvolvimento humano, tive uma carreira corporativa de mais de 30 anos na área de Marketing e Negócios. E essa visão determinou meu olhar para a importância em se posicionar e se... leia mais

11 minutos

Identificando e Abordando o Assédio no Ambiente de Trabalho

Há diferentes tipos de assédios: assédio moral, assédio moral organizacional e assédio sexual. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) configura-se assédio moral o “processo contínuo e reiterado de condutas abusivas que, independentemente de intencionalidade, atentem contra a integridade, identidade e dignidade humana do trabalhador, por meio da degradação das relações... leia mais

11 minutos

O Essencial não é Invisível aos Olhos

O ano era 2016 e eu estava nos Estados Unidos em uma viagem que misturava congresso profissional à passeios pelos parques de Orlando e eu só conseguia sentir raiva de estar ali perdendo tempo em filas e não achando nada divertido. Sim, eram os sintomas da boa a velha depressão que mostrava sua cara novamente. Uma recaída. Uma conhecida antiga. E eu já sabia o que fazer: ir ao médico,... leia mais

13 minutos

Grupo 2 - O Ser Humano e suas Relações

O autoconhecimento é o foco de nossas vidas para alavancar  a compreensão sobre o porque e o sentido da vida. Em paralelo a esse processo que por si já é desafiador o suficiente, temos que conviver com “o outro”, diferente de mim, com valores, crenças, sonhos e propósitos diferentes. Não à toa que o conflito é tema presente em meu trabalho como trainer há 25 anos. Como esse... leia mais

4 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium