revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #15 - Agosto 2014

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Uma história bem contada

O Storytelling é uma ferramenta do processo de Coaching extremamente eficaz. Mas quais seriam os limites desse recurso? O que mais pode ser alcançado através dele?

Em seu livro, “O Monge que Vendeu sua Ferrari”, Robin Sharma nos apre­senta a seguinte informação: um ser humano é capaz de ter 60 mil pensa­mentos diariamente, e 95% deles se repetem no dia seguinte, e nos dias seguintes a ele. É um volume tão imenso que não é difícil entender por­que as pessoas acabam tendo uma grande capacidade de se perder ou de esquecer para onde vão.

Muitos têm a capacidade para alcan­çar, mas não a de sustentar seus ob­jetivos. Essa é a era que vivemos, da sustentabilidade, a começar pelas próprias emoções, seguida pela ma­nutenção das conquistas: uma era de auto-sustentabilidade.

Baseado nisso, e numa paixão enorme pelas pessoas e pelo trabalho de Coa­ching, fui buscar soluções para que elas não se percam. Comecei pensando nas coisas e crenças que as impedem de manter o foco, e decidi que o caminho seria estudar seu passado. Fui buscar mais informações com a seguinte pre­missa: contar a história das pessoas pode ter mais significado para elas.

Conversei com minha grande amiga Maria Christina Mendes de Caldeira, de São Paulo, a pessoa que mais en­tende de storytelling na América Lati­na. Suas credenciais confirmam: Maria Christina trabalhou na campanha de Obama, e irá trabalhar na de Hillary Clinton. Ela explicou que nos EUA se usa o storytelling para quase tudo - co­merciais, produtos, imagens pessoais e vídeos com temas institucionais de empresas. O poder das histórias está na identificação. Quando alguém re­conhece na narrativa algo pelo qual passou na vida, aquilo passa a signifi­car mais para ela.

Para ler este artigo completo...
Faça login ou conheça as vantagens de ser premium.
Faça seu login Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Ultrapassando as barreiras dos relacionamentos!

Muitas pessoas têm sucesso, poder, status, mas sentem-se, por vezes, vazias, pois não estão alinhadas. É sobre isso que quero falar, sobre o alinhamento na área mais importante da sua vida, os bons relacionamentos, sem os quais, certamente, você sentirá dor! Como diz um conto Zen, a dor é como um punhado de sal. Se colocado num copo com água, ficará intragável, mas, num lago, será... leia mais

13 minutos

Zona de Conforto ou de Segurança?

E se eu te disser que tem mais uma? Lembro que uma de minhas preocupações, quando jovem, era de ter atitudes corretas. Hoje penso que mesmo não conhecendo o significado do que seria, eu já me preocupava; o que me induz a pensar que queria viver apenas na minha “zona de segurança”. É evidente que nos adaptamos ao meio em que vivemos ao mesmo tempo em que testamos nossos limites... leia mais

8 minutos

O que te dói?

Por uma dessas coincidências da vida, estava refletindo sobre um conflito pessoal outro dia, quando recebi uma mensagem de um velho amigo. A mensagem dele era sobre “mudanças”. Nossa, parece até que ele adivinhou que eu precisava perceber que não estava conseguindo mudar uma situação indesejada! Uma situação que estava me incomodando demais, uma situação de dor, e tudo por causa de... leia mais

12 minutos

Mulher Executiva - Entre mamadeiras e reuniões

Mulheres executivas crescem nas empresas do Brasil e preci­sam conciliar a vida profissional com a pessoal. Estudo apontou que empresas com mulheres em seus con­selhos de administração têm Ebtida 47,6% superior. Ebitda é a sigla em inglês para earnings before interest, taxes, depreciation and amortization, que traduzido lite­ralmente para o português significa: “Lucros... leia mais

6 minutos

Em casa de ferreiro, o espeto é de pau?

Fiquei muito feliz quando recebi o convite do Luciano, ainda mais para uma seção com o nome “Para refletir”! É uma grande satisfação compar­tilhar algumas de minhas impres­sões que, espero, provoquem ou­tras mais em vocês também. Coaching é um processo tão rico, tão efetivo, não é mesmo? Seja qual for o estado desejado que se queira, ele é aplicável. Não há... leia mais

10 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium