revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #14 - Julho 2014

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 14

Edição de aniversário

Na edição passada iniciamos esta série sobre o Coaching de Equipes, que encerramos nesta segunda parte.

Em pleno clima de Copa do Mundo, com nossa seleção tendo sido der­rotada nas semi finais por um placar tão elástico, não faltaram discus­sões nas redes sociais sobre os motivos que possam ter ocasionado o que todos têm chamado de vexame. Nada mais oportuno do que es­tarmos abordando o Coaching de Equipes e na edição anterior termos falado tanto em emoções coletivas, que a equipe se comporta como uma unidade, e que a unidade afeta o todo e vice versa.

Muitos aspectos deste episódio serão amplamente explorados na área de administração, a começar pelo fenômeno da liderança, traba­lho em equipe, comunicação, inteligência emocional, etc.

Explicações simplistas não cabem neste caso, como se em algum cou­bessem. O que vimos acontecer com a equipe da nossa seleção pode ser comparado com a queda de um avião: inúmeros fatores precisam coincidir de uma forma e arranjo quase impossíveis para que o evento ocorra.

Nesta edição continuamos a explorar o tema do Coaching em Equipes e em nosso dossiê contamos com John Leary-Joyce que conta como iniciou a pesquisa sobre este tema e destaca vários pontos que consi­dera importantes. Rosa Krausz retorna às nossas páginas, para nosso deleite, e fala sobre os mitos e a realidade do Coaching de Equipes. Com sua vasta experiência, destaca que a técnica não pode ser enca­rada como uma solução barata para trabalhar várias pessoas juntas, sendo muito mais do que isto. Nosso dossiê é fechado por Káritas Ribas, aprofundando conceitos so­bre a importância dos vínculos e da alteridade neste processo.

Seguimos com dois artigos especiais na seção Para Refletir, de duas pessoas muito queridas: Robson Santarém e Cleila Lyra, que já nos brindou com outros textos antes.

Carlos Legal traz sua sensibilidade costumeira, embalada por muita emoção, em um momento especial que vive com sua família e nos lem­bra que “tudo pode acontecer”.

Nossa próxima edição falará sobre felicidade. Então, prepare-se.

Boa leitura,

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 02/06/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 88

Caros leitores, Quando analisamos a base de conhecimento que desenvolvemos sobre o nosso funcionamento, é muito interessante notar que estamos apenas beliscando a casca do ovo desta sabedoria. Teóricos e pesquisadores estão produzindo novos modelos que nos auxiliam a compreender melhor como funcionamos e de que forma podemos diminuir nossas limitações para realçar os potenciais. No... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 86

Caros leitores, que tema mais pertinente para o momento que vivemos. Vulnerável!!! O que significa isto? Segundo a etimologia, vulnerável vem do Latim VULNERABILIS, “o que pode ser ferido ou atacado”, de VULNERARE, “ferir”, de VULNUS, “ferida, lesão”, possivelmente de VELLERE, “rasgar, romper”. Assim, estar vulnerável é estar em uma posição desconfortável pois nos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 85

Caros leitores, este ano de 2020, não começou de forma tranquila como todos os outros. Entenda aqui este “tranquila” como aquela “normalidade” que nos permite fazer planos “normais”, como emagrecer, fazer exercícios, aprender inglês, etc. Agitações intensas na política, mudanças de rumo na economia, a escalada de uma intolerância e agressividade sem precedentes na sociedade,... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 84

Caros leitores, ahhhhh, a tal Felicidade. Tão cantada em versos e prosas e que cada vez mais ouvimos falar dela. Talvez as pessoas estejam buscando uma felicidade mais autêntica, legítima, e não apenas compensações momentâneas obtida em prazeres fugazes. Sim, muitos dos prazeres que temos na vida são reais e legítimos e precisamos atentar para não os transformar em elementos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 83

Caros leitores, este tema chega em um momento muito especial, não somente para nós, coaches, mas para a própria humanidade que vive um divisor de águas em sua história. Há muitos anos que pesquiso a questão dos “valores” como um ponto fundamental da estruturação de uma cultura. Com o aprofundamento da pesquisa sobre o autodesenvolvimento, os valores se mostraram ainda mais... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium