revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #13 - Junho 2014

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Editorial - Ed. 13

Edição de aniversário

Nesta edição e na próxima abordaremos o Coaching de Equipes ou em Grupos. Tem-se ouvido muito no mercado sobre isto e novamente nos preocupamos com os riscos da utilização de sistemas mecanicistas e instrumentais quando temos várias pessoas reunidas. O mesmo fenômeno foi visto quanto à liderança, onde muitos processos e metodologias tratam da liderança um a um, enquanto que nos ambientes de trabalho temos grupos e equipes, o que muda toda a dinâmica dos relacionamentos e comportamentos.

A moda do Coaching trouxe vários aventureiros ao mercado, cujo discurso principal está sobre o quanto podemos ganhar financeiramente com o Coaching. A Revista Coaching Brasil vem, ao longo deste seu primeiro ano de vida, trazendo a mensagem do quão desafiador é lidar com a vida, os sonhos e o destino de outra pessoa, o que exige um altíssimo grau de responsabilidade, demandando tempo de preparação, experiência, atualização contínua e muita supervisão. Cursos rápidos instrumentalizam a pessoa para um início, mas ela deve estar consciente da necessidade de avançar e cada vez mais se desapegar dos instrumentos para conectar-se verdadeiramente com outros seres humanos.

O Coaching de Equipes ou em Grupos, conforme vendido por vários no mercado é uma excelente oportunidade para potencializar ganhos, trabalhando o Coaching no atacado.

Aos mais experientes, este fato causa arrepios. Quanto estrago ele pode causar e novamente macular o nome e o conceito do Coaching.

Pensando em trazer mais luz para esta questão, vamos abordar este conceito em duas edições.

Nesta, trazemos a opinião de pessoas que estudam a dinâmica dos grupos em profundidade, e sabem como as pessoas assumem comportamentos distintos quando estão em grupos. Os grupos e equipes passam a ter uma vida própria, uma identidade e também uma emocionalidade.

Quando vamos fazer um processo de Coaching com esta entidade, formada por uma multiplicidade de individualidades, precisamos ter em mente as várias dimensões que estão ativas e estudar o funcionamento dos grupos e das equipes torna-se fundamental para o coach que quer trabalhar com esta modalidade.

Boa leitura,

Luciano Lannes
Editor

Artigo publicado em 30/05/2017
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Editorial - Ed. 88

Caros leitores, Quando analisamos a base de conhecimento que desenvolvemos sobre o nosso funcionamento, é muito interessante notar que estamos apenas beliscando a casca do ovo desta sabedoria. Teóricos e pesquisadores estão produzindo novos modelos que nos auxiliam a compreender melhor como funcionamos e de que forma podemos diminuir nossas limitações para realçar os potenciais. No... leia mais

4 minutos

Editorial - Ed. 86

Caros leitores, que tema mais pertinente para o momento que vivemos. Vulnerável!!! O que significa isto? Segundo a etimologia, vulnerável vem do Latim VULNERABILIS, “o que pode ser ferido ou atacado”, de VULNERARE, “ferir”, de VULNUS, “ferida, lesão”, possivelmente de VELLERE, “rasgar, romper”. Assim, estar vulnerável é estar em uma posição desconfortável pois nos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 85

Caros leitores, este ano de 2020, não começou de forma tranquila como todos os outros. Entenda aqui este “tranquila” como aquela “normalidade” que nos permite fazer planos “normais”, como emagrecer, fazer exercícios, aprender inglês, etc. Agitações intensas na política, mudanças de rumo na economia, a escalada de uma intolerância e agressividade sem precedentes na sociedade,... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 84

Caros leitores, ahhhhh, a tal Felicidade. Tão cantada em versos e prosas e que cada vez mais ouvimos falar dela. Talvez as pessoas estejam buscando uma felicidade mais autêntica, legítima, e não apenas compensações momentâneas obtida em prazeres fugazes. Sim, muitos dos prazeres que temos na vida são reais e legítimos e precisamos atentar para não os transformar em elementos... leia mais

3 minutos

Editorial - Ed. 83

Caros leitores, este tema chega em um momento muito especial, não somente para nós, coaches, mas para a própria humanidade que vive um divisor de águas em sua história. Há muitos anos que pesquiso a questão dos “valores” como um ponto fundamental da estruturação de uma cultura. Com o aprofundamento da pesquisa sobre o autodesenvolvimento, os valores se mostraram ainda mais... leia mais

3 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium