revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Edição #111 - Agosto 2022

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Receita para mudar a Cultura Organizacional

Ingredientes:

Triângulo Dialognóstico

Exco Própolis


Modo de preparo

É simples (mas não é fácil). Não é “solução de camelô” pois, na verdade, requer muita prática e habilidade.

Comece com o Triângulo Dialognóstico, assim chamado porque consiste em facilitar um diálogo com os líderes da organização para construir um diagnóstico compartilhado. O diálogo é provocado pelo coach em pequenos grupos durante um workshop perguntando: (1) onde estamos? (2) para onde queremos ir? (3) o que precisamos fazer para chegar lá?

Esse workshop dura dois dias e o produto final é: (1) descrição da cultura atual; (2) descrição da cultura desejada; e (3) plano de ação para migrar gradativamente de (1) para (2). Com isso, você terá não apenas o diagnóstico, como também o plano de ação para transformar a cultura.

Entretanto, agora vem a parte mais importante: para que a mudança cultural aconteça, você irá precisar de Exco Própolis.

Não se trata de uma encantação mágica de Harry Potter; é uma expressão para lembrar de Exemplo, Comunicação, Projetos e Políticas.

Exemplo - A cultura organizacional é grandemente influenciada pelo comportamento das suas lideranças na cúpula e no nível intermediário da instituição. A cultura atual é o que é por causa dos seus líderes. Para mudar essa cultura será preciso, entre outras coisas, que esses líderes mudem seu comportamento. Sem mudança de comportamento, dificilmente haverá mudança cultural. Portanto, é preciso liderar pelo exemplo. E é aqui que entra a contribuição do coaching individual no processo.

Mudar de comportamento pode muitas vezes ser difícil. O coaching pode ajudar, servindo de suporte para as lideranças desde o CEO até o nível médio. Não basta coaching em grupo; é recomendável introduzir um programa de sessões individuais que atendam às características pessoais de cada líder.

Comunicação - Um engano comum nas organizações é pensar que a cultura possa ser transformada com um plano de propaganda interna e nada mais. É preciso muito mais: um plano de comunicação abrangente, profundo e duradouro que inclua não apenas a emissão de mensagens unidirecionais da cúpula para os colaboradores, mas principalmente a interação de baixo para cima e para todos os lados. Cabe organizar e estrutura canais de comunicação amplamente acessíveis, bem como fóruns de debate e discussões facilitadas para que todos possam conversar sobre seus anseios e receios, temores e humores, propostas e respostas. Isso é mais complexo e profundo do que aquilo que as consultorias de marketing estão acostumadas a fazer. Comunicação para mudar a cultura carece mais de um caldeirão do que de um pires.

Para ler este artigo completo...
é necessário, pelo menos, criar seu conta gratuita.
Faça seu login Crie sua conta gratuita ou Veja as vantagens de ser Premium
Gostou deste artigo? Confira estes da mesma coluna:

Jornadas do medo através da alma

O céu parece cair, o chão some, a luz se perde, o tempo foge, memórias congelam e o ar escapa... encolhimento, retração, terror, paralisia... O que mais? Há quem diga que o pior medo é o medo de sentir medo. Temos medo ou ele nos tem? Além dos vestígios pessoais, o medo é uma herança ancestral e cultural e por isso confrontá-lo e lidar com ele parece inevitável a qualquer ser humano... leia mais

14 minutos

Aprendizagem Singular: criando valor de forma ágil e consistente

Para gerar valor na Complexidade, precisamos de uma nova forma de aprender. Para suportar as intensas mudanças nos próximos 20 anos, organizações, culturas, líderes, educadores e aprendizes compreendem que é necessário criar estratégias de capacitação que não esteja limitadas ao modo de ensinar, mas no fomento da aprendizagem singular, que modifica o desempenho, amplifica inovações... leia mais

12 minutos

Saúde na sua plenitude

O que é ter uma vida com saúde plena? Será apenas a ausência de sintomas e doenças? Talvez quando tivermos alcançado a tríade físico – mente – espírito de maneira equilibrada poderemos dizer que estamos vivendo a vida, não apenas sobrevivendo. A saúde na sua plenitude pode ser uma utopia. Essa busca é constante e não existe um fim na nossa jornada neste plano. O equilíbrio... leia mais

13 minutos

As diferenças culturais: entre belo sonho e pesadelo

França, Alemanha, Itália, Bulgária, Argentina, Holanda, Roménia, Brasil.  Foram as palavras que encerraram a reunião de criação da capa desta edição da revista. São os países de onde os autores do dossiê estavam a falar. A nossa reunião acaba e fico num estado de graça. O nosso grupo é o símbolo, a ilustração perfeita das diferenças culturais. Um exemplo de como... leia mais

13 minutos

Vamos falar em Segurança Psicológica nas Organizações?

Você já deve ter ouvido por aí sobre o conceito de segurança psicológica. Se ainda não ouviu, está na hora! A não ser que a sua organização não esteja precisando inovar, crescer em um contexto de incertezas constantes ou engajar colaboradores, então esse artigo não é pra você. Mas, se você quer saber como conectar as pessoas com o futuro, tomar decisões mais inteligentes... leia mais

10 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium