revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Blog

Localize rapidamente o conteúdo desejado

Quem manda em você é a razão ou a emoção?

Luciano Santos Lannes Por Luciano Santos Lannes em 17/10/2018

A pergunta pode soar forte, pois “mandar” relaciona-se com poder.  Assim, a pergunta no fundo é: quem tem poder sobre o seu agir?

Podemos agir guiados pela lógica ou pelo impulso sentimental e acabar tomando decisões completamente diferentes. Qual seria o melhor caminho? Será que existe o tal equilíbrio?

Pessoas racionais são mais objetivas, tendem a fazer escolhas pela lógica, pensando nas consequências e nas possíveis opções do que é melhor fazer e seus resultados e consequências.

Os sentimentais se garantem pelo “faça o que o coração mandar” ou simplesmente pelo calor do momento. O impulso gera atitudes momentâneas e que se pensasse com cautela, poderia acabar não agindo da mesma forma. Este jeito de agir pode acabar sendo mais dolorosa ou irracional, mas é importante saber que não existe o certo ou errado, como muitas pessoas tendem a criticar os emocionais. A dificuldade é criar um balanço entre as duas, saber ponderar e criar uma ponte de coerência para quanto usar de um e de outro.

Janaina Manfredini e Fabiano Goldacker em seu artigo A razão e a emoção na avaliação do desempenho para a edição 30, Razão e Emoção, descrevem que alguns filósofos acreditavam que a questão do certo e errado era algo subjetivo por envolver “aspectos ligados à razão e à emoção”. O filósofo Immanuel Kant “acreditava fortemente nessa premissa, defendendo que a diferenciação do certo e do errado era algo inerente à razão humana, que por sua vez, era moldada por vários aspectos ligados à emoção e aos sentidos, ou seja, como cada indivíduo percebia o ambiente que estava ao seu redor.”

O aspecto de certo e errado não garante uma resposta concreta de que maneira agir ou não, isso é uma visão individual. A harmonia, o trabalho conjunto de razão e emoção são uma excelente receita para agir com cautela e tomar a melhor decisão.  

Revista Coaching Brasil

Veja mais:

Aqueles nove anos poderiam ter sido seis meses

Muitos já conhecem um pouco de minha história. Trabalhei em uma grande multinacional alemã por 20 anos, antes de sair para montar meu próprio negócio na área de desenvolvimento humano. Aos olhos da família e amigos um exemplo de sucesso e conquistas. Aos olhos de meus pais, em particular, ambos funcionários públicos, a certeza de uma vida segura, estável e feliz. Aos vinte e um anos,... leia mais

Janeiro 2020
12 minutos

UMA REVISTA FEITA PARA QUEM TEM TEMPO PARA LER

Se você estranhou o título deste post, e já acha que não é para você pois não tem tempo, calma que no final da leitura tudo vai ficar claro.   Nós, da Revista Coaching Brasil, somos produtores de conteúdo em uma época onde o que não falta na internet e nas livrarias é… conteúdo. Este fenômeno do excesso de conteúdo tem causado uma série de... leia mais

Outubro 2019
5 minutos

O QUE FAZ UM COACH, CONSCIENTE?

Uma pergunta interessante em tempos em que o Coaching é tão falado, comentado e com a imagem tão abalada. Trazemos a figura do “consciente”, que ao longo do texto você compreenderá a origem, para diferenciá-lo do “picareta”. Para que você possa ter mais elementos nesta análise, liberei três edições na íntegra para leitura. A edição 8 de janeiro de 2014 com a chamada... leia mais

Setembro 2019
10 minutos

QUEM PRECISA DE COACHING?

Antes de pensarmos em “quem precisa de Coaching”, é interessante lembrarmos os conceitos de Coaching. Para Timothy Gallwey: “Coaching é uma relação de parceria que revela/ liberta o potencial das pessoas de forma a maximizar o desempenho delas. É ajudá-las a aprender ao invés de ensinar algo a elas …” Na edição número 1 da Revista Coaching Brasil, cuja matéria de... leia mais

Julho 2019
2 minutos

QUANTO TEMPO DURA UM PROCESSO DE COACHING?

Extrato do artigo de Danilo Prado na edição 3 da Revista Coaching Brasil. Assinantes tem acesso completo a este e a todos os outros artigos. Tenha uma excelente leitura. ………Normalmente os coaches trabalham com 10 encontros, com duração de 60 a 90 minutos cada. Podemos até prorrogar com mais 1 ou 2 encontros, caso seja necessário. O intervalo ideal entre os... leia mais

Julho 2019
4 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium