revista-coaching-brasil-logo-1 icon-bloqueado icon-busca icon-edicoes icon-login arrow-down-sign-to-navigate

Blog

Localize rapidamente o conteúdo desejado

INVESTIGAÇÃO APRECIATIVA E O COACHING

Luciano Santos Lannes Por Luciano Santos Lannes em 07/01/2019

Procuramos pautar os temas de nossas edições com necessidades prementes, importantes e significativas de nossos assinantes. Assim, com a participação de Fátima Lisboa Nascimento com um artigo sobre a Investigação Apreciativa na edição com o tema Storytelling, foi natural lhe fazer o convite para coordenar um dossiê exclusivo sobre este tema tão apaixonante.

Tive contato com a Investigação Apreciativa no início há cerca de 12 anos e ecoou profundamente em mim pois era muito coerente com minha forma de ver o mundo e focar no positivo, no copo meio cheio. Trata-se não de mais uma ferramenta, mas de uma filosofia de vida, a forma como vemos e nos posicionamos no mundo.

Compartilhamos com você a apresentação do dossiê.

Apresentação do Dossiê: Investigação Apreciativa

Coordenação de Fátima Lisboa Nascimento
Mestre em Qualidade, integrou o primeiro team building do Brasil que obteve certificação em Investigação Apreciativa pela Weatherhead School of Management/CWRU-USA, Facilitadora, coach, mediadora e consultora empresarial há 23 anos. Apreciar e agradecer, a chave fundamental para o despertar da magnificência e da capacidade construtiva infinita de cada um. fatima@solmaiore.com.br

É com enorme entusiasmo que apresento o presente Dossiê da Revista Coaching Brasil. Mergulhar nesta tarefa, nas proximidades das festas de final de ano, que nos sobrecarregaram a todos com compromissos extras, demandas e correrias, foi uma aventura. E, na conexão com a Investigação Apreciativa (I.A.), que é o tema desta edição, agora é hora de “apreciar, celebrar e agradecer” esta história de sucesso. Um brinde aos autores que aceitaram o desafio e a todas as pessoas da equipe da revista que, além de cuidarem das atividades burocráticas e administrativas, reúnem o dom de transformar o produto final numa bela obra de arte. A missão foi cumprida com distinção e louvor.
E quais foram as histórias de sucesso, magníficas e repletas de significado que nos trouxeram até aqui?
Meu amigo Robson Santarém foi participante do programa de formação de líderes da ONG ELOS – Espiritualidade e Liderança para Organizações Saudáveis, onde nos conhecemos em 2005. Vivemos uma profunda jornada de aprendizagem, digna de ser lembrada. Eu era uma das facilitadoras, cofundadora e coordenadora. Mantivemos um certo vínculo desde então, mas não nos víamos há uns bons anos. E eis que, no final de setembro, ele me liga me convidando para um café. Dizer “sim” a esta oportunidade me trouxe vários presentes, além do enorme prazer em revê-lo. Foi uma troca saudosa e eu me senti prestando um tributo nutridor a este passado comum pleno de significados. Preencheu meu coração. E ao final, mais um presente. Fui convidada para escrever um artigo sobre Investigação Apreciativa (I.A.) para a revista, cujo tema de capa seria o Storytelling (edição 66, nov/2018). Este convite me trouxe o reencontro com o Lannes, de quem eu guardo uma lembrança de “um bem dentro”, um momento de felicidade. Eu o conheci numa imersão impactante e transformadora, em setembro de 2001, o II Festival de Jogos Cooperativos, no SESC Taubaté. Ele era o editor da belíssima Revista Jogos Cooperativos. Dias depois do encontro com o Robson, liguei para ele e, além da satisfação da conversa, ganhei mais um presente. Ele escolheu o tema Investigação Apreciativa para a edição de janeiro de 2019 e eu tive a honra de ser convidada para ser a coordenadora do Dossiê. Dezessete anos haviam se passado e eu ainda tinha todos os exemplares da minha coleção da Revista Jogos Cooperativos. Revitalizada por aquela energia tão boa e conquistas daquela época, fiz questão de enviar uma foto para o Lannes, para demonstrar o valor.
Estas histórias que acabo de relatar representam momentos gloriosos e repletos de “vida” e “significados”. Sinto-me inspirada, valorizada e renovada ao me conectar com estas experiências. E este é o primeiro passo da Investigação Apreciativa: acender a chama das forças e capacidades positivas presentes nas histórias de sucesso e trazer esta força propulsora magnífica para o momento presente para a construção do futuro desejado.
Nós escolhemos cuidadosamente mais 5 autores para apresentar diferentes facetas da I.A. para vocês. Além de amigos de longa jornada, são profissionais que eu admiro pelo domínio do conteúdo, pela experiência e, em especial, por serem buscadores comprometidos que ensinam muito mais pelo exemplo do que pelo discurso. Além da inspiração de ter coordenado o Dossiê e da honra de ter conseguido reunir este time altamente diferenciado, sinto-me transbordando de felicidade com o resultado. São eles: Ilma Barros, PhD, morou em Cleveland/ USA por vários anos, onde estudou e trabalhou diretamente com David Cooperrider, PhD, aplicando I.A. em muitos países. Autora e coautora de vários livros. É a principal pioneira da I.A. no Brasil, cocriadora e professora do programa de certificação. Ela nos mostra com simplicidade e profundidade como a I.A. pode inspirar as pessoas na Busca por Propósito de Vida. Vanda Biavati apresentou dissertação de mestrado sobre Mindfulness e Liderança e foi elogiada pelo ineditismo. É coautora do livro Psicologia Positiva nas Organizações e no Trabalho. Participou de vários cursos, iniciativas e estudos sobre espiritualidade nas organizações, incluindo I.A. Com sensibilidade e leveza, ela se ocupa da essência da I.A. aplicada ao cotidiano por meio da Intenção Apreciativa Consciente. Vitor Morgensztern está consultor organizacional há mais de 20 anos. É autor do livro Administração Antroposófica, tema de profundo interesse e dedicação. Apreciador da I.A., recentemente participou do World Positive Education Acelerator (WPEA). De forma fundamentada e estruturada, ele apresenta conexões entre os dois temas e sugere a adequação das perguntas da I.A. para cada fase da vida humana e ou fase de desenvolvimento da empresa. Larissa Loures é membro do Comitê Diretivo da Cúpula da Aceleradora Mundial de Educação Positiva – WPEA, projeto resultante da percepção de que a junção da Psicologia Positiva com a I.A. representa potencialmente forças tectônicas na promoção de mudanças globais. Com paixão e conteúdo ela descreve mais detalhes sobre a estratégia desenhada para atender a este “chamado” em benefício do mundo. Almir Abreu e Sérgio Salazar, meu ex-sócio, juntos, estimam prestar consultoria em desenvolvimento para cerca de 2500 pessoas por ano, em vários estados do Brasil. Eles apresentam, de uma maneira muito inspiradora e auspiciosa, diversas perspectivas, práticas, iniciativas, conceitos e exemplos relacionados à I.A., para a transformação da consciência humana e, portanto, das organizações. Eu, Fátima Lisboa Nascimento, aproveitando o frescor do início do ano, convido o leitor a fortalecer a conexão com sua própria “magnificência e capacidade construtiva infinita” na criação de um 2019 glorioso por meio da aplicação da I.A. em sua própria vida o ano inteiro.
Espero que a leitura seja divertida, emocionante, enriquecedora, inspiradora e, em especial, que agregue valor para você.
Gratidão e uma excelente jornada apreciativa.
Fátima.

Quer ler esta edição na íntegra? Torne-se nosso assinante e invista na sua carreira. Aprenda sobre este tema e muitos outros através de profissionais experientes.

Veja mais:

Os elefantes rosa na sala e as Constelações Sistêmicas

Em sua apresentação do dossiê da edição 79 da Revista Coaching Brasil, Claudia Miranda Gonçalves, cita: "O que torna as constelações interessantes para o mundo do trabalho e das organizações é a possibilidade que oferecem de ampliar o olhar através da inclusão de aspectos relacionais na análise das situações. As constelações foram mais longe que as planilhas de Excel, ao... leia mais

Dezembro 2019
3 minutos

QUER RESULTADOS? VÁ DEVAGAR! CONHEÇA O SLOW MARKETING

Parece um contrassenso, mas é a pura verdade. A pressa frenética nos deixa malucos, estressados, cansados e não traz resultados positivos. Um marketing agressivo, além de cansar, agride nosso público. Trazemos nesta edição o Slow Marketing, uma filosofia que ajuda você a encontrar o seu equilíbrio e passar a comunicar com seu público de uma forma muito mais harmônica, tranquila e... leia mais

Outubro 2019
2 minutos

UM POUCO MAIS SOBRE DINÂMICAS HUMANAS

Caro leitor, chegou a parte 2 sobre “Dinâmicas Humanas”. Ao todo são 12 artigos que possibilitam aos leitores terem uma excelente noção sobre o que é, como funciona e as aplicações desta metodologia apaixonante. Fátima Lisboa nos trouxe o tema e fez uma coordenação primorosa dos dois dossiês. Leia a apresentação deste dossiê, e o da edição anterior com a primeira... leia mais

Agosto 2019
12 minutos

OS PRIMÓRDIOS DA HUMAN DYNAMICS BRASIL

Para que você, que assina ou segue a Revista Coaching Brasil, comece a compreender melhor do que se trata o tema “Dinâmicas Humanas”, objeto de nossa edição 74, trago um trecho do artigo de Inês Alckmin Fonseca, intitulado “Reconhecendo as dinâmicas de clientes através de seus talentos e dificuldades”. Lembrando que esta é apenas uma pequena parte do artigo, desejando que... leia mais

Julho 2019
5 minutos

VOCÊ CONHECE AS DINÂMICAS HUMANAS?

Caro leitor, é com muito prazer que apresentamos uma abordagem muito interessante para ampliar a compreensão sobre a complexa engenharia do ser humano. Longe de ser ou de se propor como uma forma de encaixar as pessoas em moldes, as Dinâmicas Humanas propõe uma visão única, simples e complexa ao mesmo tempo. Para conhecer melhor, apresentamos duas edições para discutir o tema. Esta, a... leia mais

Julho 2019
11 minutos
O melhor conteúdo sobre Coaching em língua Portuguesa
a um clique do seu cerébro
Seja Premium